OIT

Dignificar as relações laborais

Como refere a OIT, o trabalho digno para todos deve ser colocado no centro das políticas do crescimento e do desenvolvimento sustentável e inclusivo. E o momento atual é de investir sem reservas.

OIT estima que pandemia pode levar a uma perda de 25 milhões de empregos em todo o mundo

“Isto já não é apenas uma crise mundial de saúde, é também um grande mercado de trabalho e uma crise económica que está a causar um tremendo impacto nas populações”, disse o diretor-geral da OIT, Guy Ryder. A Organização Internacional do Trabalho apela a mais medidas de apoio à economia e ao emprego para mitigar o impacto negativo do Covid-19.

Portugal ratifica convenção sobre o trabalho na pesca

Entre os propósitos da Convenção está garantir que os navios de pesca proporcionam condições de vida dignas aos pescadores a bordo. Portugal tem atualmente cerca de 16.164 pescadores registados.

Estudo da OIT: Portugal é o país com mais contratos de trabalho inferiores a um ano

Os contratos com uma duração de seis meses ou menos representava quase 50% dos contratos de trabalho temporários em Portugal, de acordo com o ‘World Employment and Social Outlook’, publicado esta quarta-feira pela Organização Internacional do Trabalho (OIT),

“Trabalhadores precisam de maior soberania sobre o seu tempo”, diz OIT

Organização Internacional do Trabalho recomenda medidas de regulação que estabeleçam um número mínimo de horas garantidas e previsíveis para os indivíduos que exercem funções através do teletrabalho.

Salário adequado e limitação das horas de trabalho entre as preocupações da OIT

Recomendação é uma das dez listadas no relatório “Work for a brighter future” que antecipa que a inteligência artificial, a automação e a robótica irão originar a perda de alguns postos de trabalho e tornar competências obsoletas, mas por outro lado originar novos empregos.

1,4 mil milhões lutam contra a precariedade no trabalho

Num mundo cada vez mais desigual, a precariedade e o desemprego continuarão em níveis muito elevados em 2018, avança a Organização Internacional do Trabalho. Nos países desenvolvidos, os sinais são de recuperação.

Portugal entre os países onde a proporção dos salários no rendimento nacional mais caiu

Relatório Global sobre Salários da OIT 2016/17 é discutido hoje em Lisboa, no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG)
Ver mais artigos