papel

O futuro da indústria de papel e cartão

A indústria está de boa saúde. Haverá uma diminuição de procura de papéis convencionais que será mais que compensada com o aumento de consumo de cartão, de papel tissue e papéis especiais que surgirão para substituir o plástico.

Governo dos Açores vai atribuir apoio de 80 mil euros à comunicação social

O apoio é para fazer face ao aumento do preço do papel. O executivo açoriano comparticipa “a fundo perdido”, o montante necessário para a “constituição de um ‘stock’ de papel para tiragens relativas a um trimestre, até ao máximo de seis toneladas por beneficiário”. Além disso, atribui “o montante equivalente a 50% do acréscimo do preço, face ao ano anterior, com a aquisição de papel para tiragens relativamente aos restantes trimestres”.

Under the Cover: tantos mundos a descobrir para lá das capas

Neste espaço acolhedor tem encontro marcado com algumas das melhores publicações independentes sobre as mais diversas áreas. Um convite aos sentidos e à vertigem de ler devagar.

EGF reorganiza cerca de 80 mil ecopontos em todo o país para aumentar a reciclagem

Lançada este mês pela EGF e pelas 11 concessionárias, que, em conjunto, reclamam ser o líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, “esta é a maior campanha de sensibilização ambiental alguma vez desenvolvida em Portugal com fundos europeus e tem um investimento de cerca de um milhão de euros”.
Foto: European Inventor Award 2016

Portuguesa Elvira Fortunato vence Horizon Impact Award 2020

A inovação da cientista e Vice-reitora da Universidade Nova de Lisboa permitiu desenvolver o primeiro écran produzido com materiais sustentáveis, já comercializado por diversas empresas.

CEO da Renova admite: “o papel higiénico preto surgiu um pouco por acaso”

Paulo Pereira da Silva considera que os papéis higiénicos preto e a cores introduzidos nos mercados globais pela produtora de papel ‘tissue’ de Torres Novas devem ser considerados como produtos de luxo.

Renova quer reforçar presença internacional nos próximos cinco anos

Em entrevista, Paulo Pereira da Silva, CEO da empresa produtora de papel ‘tissue’ revela que o objetivo estratégico da empresa cinco anos é estar presente em mais mercados, em mais países do mundo, para além dos cerca de 70 para onde já exporta hoje em dia.

Renova fatura 170 milhões de euros e exporta 50% da sua produção

A empresa vai arrancar na segunda semana de dezembro com uma nova campanha publicitária para reforçar a sua presença no mercado francês.

António Redondo. Novo CEO da Navigator é um homem da casa

João Castello Branco vai manter-se em funções na presidência executiva da produtora de pasta e papel até ao final deste ano.
Ver mais artigos