Para os mercados

Bom dia, artigo 50. E agora?

29 de março, o dia em que o Reino Unido aciona formalmente o artigo 50 do Tratado de Lisboa. Ninguém sabe o que vem aí, ao certo, mas há previsões. E para os mercados, não ser tão más, quanto pareciam.

Snapchat entra em bolsa: comprar ou não comprar?

As forças e as fraquezas daquele que pode ser um dos maiores IPO da década no setor tecnológico

Trump, os decretos e os riscos que aí vêm (para os mercados)

A análise ao impacto de 30 dias de Trump, nos mercados, e os riscos políticos que se avizinham.

Os investidores já não gostam da China?

Com a fuga de capitais privados, as reservas cambiais do banco Central da China caíram para mínimos de 2011. Porquê e que consequências?

Ações ou obrigações americanas: o que é mais apetecível? [para os mercados]

Na antevisão de mercados desta semana, o analista explica porque não é preciso temer os máximos da bolsa norte-americana.

A época de resultados em três pontos [para os mercados]

O que é? Que expectativas? O consenso entre os analistas. A análise essencial à ‘earning season’ de Bernardo Silva Câncio.

Os primeiros 100 dias de Trump [para os mercados]

A análise de Bernardo Câncio, do BiG, aos temas mais marcantes da semana, com foco nos eventos e nos indicadores com impacto nos mercados financeiros.
Ver mais artigos