Programa de Estabilidade

A estabilidade no faz de conta

O Programa de Estabilidade deveria identificar adequadamente as políticas públicas associadas ao investimento do Estado, para garantir que Portugal inverte a tendência de acantonamento na cauda da Europa.

A visão curta da maioria absoluta

Entre outras coisas, não encontramos neste Programa medidas de aumento de receita que compensem as despesas extraordinárias que possam vir a ser geradas pela crise social e económica que vai chegar com a inflação.

Medina justifica falta de “formalidade” do Programa de Estabilidade com crise política que levou à antecipação de eleições

Ministro das Finanças defende que o caminho proposto para a economia está definido e insiste na necessidade de controlar as contas públicas e de reduzir a dívida.

Taxa de desemprego poderá ficar abaixo dos 7,3% previstos, admite ministro das Finanças

Em debate no Parlamento, o ministro do Estado e das Finanças, João Leão, referiu que os valores atuais da taxa de desemprego estão “em valores muito abaixo dos que eram expectáveis” e que, ao contrário do que seria de esperar, a taxa de emprego aumentou.

PAN diz que “não podem ser negligenciados” os riscos orçamentais e financeiros da reestruturação da TAP

Em debate no Parlamento, a líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, defendeu que é preciso acabar com a “lógica de cheque em branco” à companhia aérea e fazer uma auditoria à TAP que “ponha a limpo as negociatas dos acionistas privados”.

PSD alerta para riscos “excecionalmente elevados” de não execução do Programa de Estabilidade

O deputado do PSD Duarte Pacheco duvida da capacidade do Executivo socialista em absorver os fundos previstos para o investimento e lamenta que o Programa de Estabilidade seja “omisso” em apoios sociais e investimento público.

PSD considera que Governo foi “incapaz de apoiar empresas com a dimensão que a crise exigia”

O vice-presidente do grupo parlamentar do PSD, Afonso Oliveira, considerou, em debate no Parlamento, que o Programa de Estabilidade falhou no apoio às empresas, esquecendo que “são as empresas que criam emprego e pagam salários”, e deixou de lado investimentos essenciais nos serviços públicos.

CDS-PP acusa Governo de ter “visão estatizante e mesmo salazarenta” no Programa de Estabilidade

Na apresentação e discussão do Programa de Estabilidade no Parlamento, a deputada do CDS-PP Cecília Meirelles defendeu que o apoio anunciado para as empresas é “uma gota de água no oceano” e criticou a “forte aposta no gasto público” em detrimento do investimento privado.

João Leão: “A recuperação está em andamento”

Na abertura da discussão do “Programa de Estabilidade”, o ministro das Finanças salientou que “alguns indicadores mais recentes já mostram uma retoma da atividade económica”.
Ver mais artigos