Rui Gonçalves

Madeira: antigo secretário das Finanças pede “amplo consenso” nacional para revisão das Lei das Finanças Regionais

Para a revisão da Lei das Finanças Regionais, Rui Gonçalves disse ser necessário envolver a Assembleia Legislativa dos Açores, a Assembleia da República e o Governo da República. Para além disso é preciso considerar a composição do Governo e da Assembleia da República “nomeadamente se a maioria é a favor da autonomias, ou pelo menos se não é hostil, e a conjectura económica”, acrescentou o antigo secretário regional das Finanças.

Madeira: Rui Gonçalves defende que Estado deve conceder empréstimos para financiar regiões autónomas. Poupança anual poderia atingir 20 milhões de euros

O antigo secretário regional das Finanças defendeu também que em termos de sistema fiscal é importante que a Assembleia Legislativa da Madeira pudesse descer ainda mais as taxas de impostos. No entender de Rui Gonçalves isto permitiria à Madeira “dispor de uma espécie de plano B caso não seja possível manter a Zona Franca com atratividade mínima para atrair empresas, que é algo que pode acontecer tendo em conta as decisões da Comissão Europeia”.

Madeira: Antigo secretário regional das Finanças diz que se não existir revisão da Lei das Finanças Regionais as regiões autónomas podem perder mais de 50 milhões de euros por ano

O antigo responsável pelas Finanças das Madeira afirmou que a revisão da Lei das Finanças Regionais é inadiável e inevitável, porque se tal não acontecer a Madeira e os Açores vão perder verbas devido a quebra prevista para o PIB em 2020.

Albuquerque: “Se tiver que ser feita uma reestruturação será anunciada no momento próprio”

O presidente do Governo Regional afirmou que vai decidir o que tiver que decidir no dia em que o secretário regional das Finanças e da Administração Pública, Rui Gonçalves, referiu que ia abandonar o executivo.

Secretário regional das Finanças vai deixar Governo Regional

O Jornal da Madeira (JM) refere que o secretário regional das Finanças e da Administração Pública, Rui Gonçalves, reuniu-se ontem com o presidente do executivo, Miguel Albuquerque, ao qual demonstrou disponibilidade em abandonar o cargo.

Secretaria Regional das Finanças e Administração Pública considera incorrecta a ilação de que a Madeira seja responsável pela derrapagem do défice nacional

A secretaria regional das Finanças e Administração Pública considera que a ilação de que a Região seja a responsável pela derrapagem do défice nacional não é correcta.

“Queremos finanças equilibradas para não estar sempre de mão estendida para Lisboa”

O secretário regional das Finanças e da Administração Pública, Rui Gonçalves, diz que a Madeira precisa de ter capacidade para definir o seu próprio caminho. A dívida é pesada, mas sustentável e está a ser paga.

Madeira no Conselho de Concertação Territorial

O secretário regional madeirense das Finanças e da Administração Pública participa quarta-feira em Lisboa na segunda reunião do Conselho de Concertação Territorial que vai analisar legislação relacionada com os municípios e as regiões.
Ver mais artigos