Supremo Tribunal de Justiça da União Europeia

E se nunca mais puder comprar o Chanel nº 5 na Amazon?

Marcas de luxo podem ser proibidas de vender os seus produtos em plataforma de e-commerce, como a Amazon ou o eBay.