vício

A sorte e o azar

O lançamento de uma nova lotaria instantânea, vulgo ‘raspadinha’, é um problema ético e moral. Não podem ser os mais pobres e carenciados a financiar para além de causas sociais, os investimentos no património cultural.

Tecnologia: um terço das pessoas prefere o telemóvel a conviver com quem gosta

A Motorola desenvolveu um estudo sobre o balanço telemóvel-vida das pessoas, onde mais de metade dos inquiridos admitiu que entra em “pânico” quando pensa que perdeu o smartphone. Os jovens e adolescentes nascidos entre 1995 até 2010 vão mais longe: vêem no telemóvel um “melhor amigo”.

Clínicas para jovens viciados na net prosperam em Silicon Valley

As clínicas têm como objetivo “reprogramar” os jovens para que estes possam reconstruir a sua relação com a tecnologia e reaproximar-se da família, dos amigos, dos estudos, isto é, de uma vida normal.