Aplicação com informação sobre vacinas vence prémios da Pfizer

Criada pela Knokcare Portugal, a Vacinas.help conquistou o prémio geral de 15 mil euros.

A Vacinas.help é o projeto vencedor da primeira edição dos Pfizer Vaccines Open Tech Awards – esta é uma app que permite aos utilizadores uma «assimilação de informação credível, qualificada e personalizada sobre vacinação».

Criada pela Knokcare Portugal, a Vacinas.help concorreu na categoria ‘Prevenção’, mas acabou por conquistar o prémio geral de quinze mil euros que, agora, vai servir para «implementar e promover o projeto», dizem os programadores da app. A isto junta-se ainda um espaço de cowork para a equipa e recursos de tecnologia para desenvolver a app.

Este projeto de «teleconsulta para educação para a saúde e aconselhamento» quer «transportar a comunidade médica até ao digital, tornando-a acessível à população», explica a Knokcare. Com a Vacinas.help, os utilizadores passam a ter «acesso a um contacto médico que possa esclarecer de forma individual e informada, todas as suas dúvidas sobre vacinação».

Além da Vacinas.help, houve mais três vencedores, por categoria: o chatbot de Facebook Aurora (Prevenção), a plataforma online de contingência para empresas IndustryCare (Avaliação de Risco) e o software para prevenir infeções hospitalares ICUB3 (Apoio aos Profissionais de Saúde). Cada um recebe cinco mil euros.

Os Pfizer Vaccines Open Tech Awards, que em 2020 tiveram a sua primeira edição, estavam à procura de «soluções digitais que colocassem as vacinas e as doenças preveníveis pela vacinação no centro da reflexão», lembra a farmacêutica.

PCGuia
Recomendadas

Reporte de temas financeiros vai exigir novas competências

Tema da sustentabilidade traz desafios à área da Contabilidade como criar modelos de ‘report’ para um tecido empresarial dominado por microempresas. Ensino superior reforça resposta com novas aprendizagens.

Profissão “tem de evoluir para uma área de consultoria”

A transição tecnológica poderá impulsionar o sector, que tem deixado escapar talento. Mas para isso acontecer, há que mudar mentalidades e encarar a transformação da própria profissão, alertam líderes ouvidos pelo JE.

OE2023: Orçamento tem de ser “elástico para permitir vários cenários”

O Presidente da República considerou que o Orçamento do Estado tem de ser “elástico” e disse que “é preciso ir reajustando” a sua aplicação, face “às incógnitas” em relação ao futuro.
Comentários