Aumento preço da electricidade trava redução dos prejuízos do DIA que se fixaram em 257 milhões

O aumento do preço da eletricidade acarretou um sobrecusto de 40 milhões de euros para o Grupo rede líder em supermercados de proximidade, principalmente em Espanha, o que aumentou os gastos de exploração.

O Grupo DIA, que detém os supermercados Minipreço, alcança os 124 milhões de euros de EBITDA ajustado em 2021 mantendo os níveis de 2020 (+1,1%). No entanto, o Resultado Líquido Atribuível foi negativo, ainda que tenha melhorado 29,3% devido a uma redução de 60,2% nos gastos financeiros. Como resultado de menores custos de financiamento e uma gestão ativa do risco de tipo de câmbio o grupo teve um Resultado Líquido de -257,3 milhões de euros melhor face aos -363,8 milhões de euros de 2020.

Tal como antecipou a companhia no passado dia 20 de janeiro, as Vendas Líquidas alcançaram os 6.648 milhões de euros, o que pressupõe menos 3,4% do que no exercício de 2020. Esta descida é motivada, essencialmente, pela redução de 3,8% no número de lojas no final do período e pela desvalorização do real brasileiro e do peso argentino. Pelo que, “o Grupo conseguiu melhorar o EBITDA Ajustado num ambiente muito exigente, graças à gestão operacional e ao controlo de custos que conseguiram compensar as menores vendas líquidas relativamente a 2020 e o aumento do preço da luz”.

O aumento do preço da eletricidade acarretou um sobrecusto de 40 milhões de euros para o Grupo, principalmente em Espanha, o que aumentou os gastos de exploração.

“Convém destacar que o aumento do preço da eletricidade impactou fortemente no aumento dos gastos de exploração do Grupo, que subiram dos 5,7% para os 6,5%, em percentagem de vendas líquidas. O custo da eletricidade, sobretudo em Espanha, acarretou um sobrecusto de 39,9 milhões de euros. De igual modo, o gasto relacionado com o processo de remodelação de lojas, acarretou um custo adicional de 16,1 milhões de euros no conjunto do Grupo”, relata o comunicado.

As vendas em superfície comparável (Like-for-Like) registaram um aumento de 5% em 2021, relativamente a 2019. Por seu lado, se comparado com 2020, o Like-for-Like caiu -3,6%. Isto deve-se às compras de abastecimento extraordinárias registadas pelo Grupo em 2020, devido aos confinamentos causados pelo início da pandemia de Covid-19 em todo o mundo e que se normalizaram em 2021.

A rede líder em supermercados de proximidade publicou os seus resultados financeiros do exercício de 2021, “num momento de grande consternação pela situação da Ucrânia, conflito pelo qual a companhia mostrou a sua mais absoluta rejeição”, refere a cadeia de retalho.

“Queremos transmitir ao povo ucraniano uma mensagem de solidariedade e apoio pelas consequências humanitárias desoladoras que estão a afetar milhões de pessoas e que nos enchem de grande preocupação”, comentou Stephan DuCharme, presidente executivo do Grupo DIA, durante a apresentação.

O Grupo DIA, que detém a marca Minipreço, diz que não está a ser afetado pelas sanções da União Europeia ao seu acionista russo, o milionário Mikhail Fridman (que é um dos principais acionistas do grupo espanhol de distribuição).

 

Recomendadas

ALDI abre duas novas lojas em Vila Nova de Famalicão e na Lourinhã

O retalhista informa ainda sobre a oferta de um vale de cinco euros em loja ao longo da próxima quarta-feira, bem como uma planta de boas-vindas e saldos de abertura.

Uber Eats vai receber pedidos por voz na aplicação

“Queremos que as pessoas entrem na nossa aplicação durante todo o dia para vários produtos, ter serviço de canal de vendas para os parceiros e ser uma ferramenta de publicidade para eles”, disse o diretor da empresa ao JE.

Fundo dos CTT participa em investimento de 5,2 milhões da startup luso-americana Habit

O fundo de 5 milhões de euros TechTree, lançado pelo operador postal, investiu na ronda da Habit, depois de ter apostado nas empresas Kit-AR e na Sensefinity, ligadas à Realidade Aumentada e sensorização logística.
Comentários