Autor
Isabel Meirelles, Deputada Coordenadora da Comissão de Assuntos Europeus
Artigos

A Rússia de Putin e Lavrov

Foi a Rússia de Putin e Lavrov que atacou Kiev, quando o secretário-geral da ONU era recebido por Zelensky, querendo humilhar as Nações Unidas e mostrar que a Rússia está acima da lei, despreza a ONU e só se rege pela lei da força.

Glória à Ucrânia!

A UE, desde as crises do petróleo dos anos 70 do século passado, negligenciou a segurança do abastecimento. E só em 2030 irá libertar-se na totalidade dos combustíveis fósseis da Rússia.

Tribunal Penal Internacional versus Putin

Milosevic, Karadzic e Mladic são casos exemplares que nos fazem ter esperança de que instituições democráticas internacionais, como o TPI, cumpram o seu papel de salvaguarda dos direitos e liberdades fundamentais.

A guerra de Putin

Não devemos confundir o povo da Rússia com o polvo de Putin e a cleptocracia putrefacta, corrupta e assassina que alimenta o Kremlin. A guerra é também um fim para o regime sobreviver. 

Novos horizontes para Portugal

Portugal não tem de continuar a ser um folhetim de governos socialistas fracassados, de promessas adiadas, onde reinam as mentiras descaradas, polvilhadas por uma rajada de 16,6 mil milhões de euros do PRR.

Descubra as diferenças

Os alemães são um exemplo a seguir, porque colocam o país acima de tudo o resto. Lamentavelmente, não penso que tenhamos esta capacidade patriótica de pensar Portugal e o futuro político, económico e social do país.

Princípio do Contraditório – O Tempo de Vladimir

Em março de 2014, a Rússia anexou a Crimeia, devido a um acordo histórico político e comercial desse País com a União Europeia, com o pretexto de estar a defender os seus interesses e os dos cidadãos russos, seguido de um referendo, considerado ilegítimo pela Ucrânia e pela esmagadora maioria dos Estados.

SEF: a “cangalhada” de Eduardo Cabrita

O SEF não pode ser objeto de um estrangulamento propositado, só porque está sob a alçada de um ministro que é “amigo do primeiro-ministro”, mas é inimigo da coisa e da causa pública.

A trama de Costa

É estranho que um Governo que se diz “orgulhoso da caminhada” que faz “desde 2016” não tenha procurado salvar a fórmula que o sustentou. Costa já não tem ânimo para continuar em São Bento.
Ver mais artigos