Autoeuropa: Comissão de trabalhadores “rejeita por completo” novos horários

Representantes sindicais da fábrica convocaram ainda um plenário dos trabalhadores para o próximo dia 20 de dezembro.

A Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa “rejeita por completo” as alterações ao horário de trabalho na empresa, que tal como foi anunciado esta terça-feira, seriam introduzidas de forma unilateral pela administração, e anunciou a convocação de um plenário para o próximo dia 20.

Para os trabalhadores da Autoeuropa, o novo horário, que introduz a realização de turnos da manhã e de tarde de segunda a sábado,  vai contra “a vontade expressa pela maioria dos trabalhadores”, que já tinham rejeitado as duas propostas anteriormente apresentadas pela administração.

O plenário de dia 20 de dezembro terá como propósito “discutir a situação da empresa e exigência de nova negociação” para a definição do horário de trabalho, bem como a “apresentação de um caderno reinvindicativo”.

A marcação de uma eventual greve não é mencionada no comunicado da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, mas tendo em conta que a disputa em torno do horário já motivou uma paralisação em Agosto passado, essa não deverá ser uma hipótese a descartar pelos responsáveis sindicais da fábrica.

 

Relacionadas

Respostas Rápidas: O que precisa saber sobre os novos horários da Autoeuropa

A administração da Autoeuropa anunciou esta terça-feira que vai avançar unilateralmente com um novo horário de produção. Saiba o quais os contornos desta medida.

Novo horário da Autoeuropa entra em vigor em janeiro

“Embora tenham sido expressas muitas opiniões diferentes nas várias reuniões, entendemos que a maioria dos colaboradores está comprometida com o cumprimento do programa de produção do próximo ano”, refere a empresa em comunicado enviado aos trabalhadores.

Novo horário na Autoeuropa avança em fevereiro

No comunicado dirigido aos operários, a Autoeuropa refere que é necessário implementar “um modelo de trabalho que responda às encomendas dos clientes para a primeira metade de 2018”. “

“Tempo corre contra” o futuro da Autoeuropa, alerta Vieira da Silva

O ministro do Trabalho advertiu hoje que a atual situação de impasse na Autoeuropa constitui um sério risco e apelou a uma rápida convergência entre administração e trabalhadores, porque “o tempo corre contra” o futuro da empresa.
Recomendadas

Lagarde avisa que taxas de juro vão continuar a subir

Dados da inflação na zona euro em novembro vão ser conhecidos esta semana. BCE reúne-se em meados de dezembro.

Cáritas já recebe pedidos de quem não consegue pagar empréstimo da casa

“O pânico foi imediato. O receio das pessoas, a angústia com que se aproximavam de nós a dizer ‘ai, se eu perco a minha casa’. É que nós tivemos uma crise em que houve muita gente a perder a casa; é recente ainda, está na memória das pessoas – 2008”, afirmou Rita Valadas.

Expectativas de exportação na Alemanha aumentam em novembro, diz Ifo

Depois de uma queda no mês anterior, a indústria automóvel volta a ter expectativa de crescimento nas exportações.
Comentários