BBC vai despedir 382 trabalhadores ao redor do globo

O objetivo é apostar nas novas audiências, que cada vez mais procuram os meios digitais, alega a BBC. A líder de uma união de defesa dos trabalhadores, Philippa Childs, disse que os despedimentos foram consequência de más decisões do governo britânico.

Instalações da BBC | Foto: EPA/WILL OLIVER

A BBC vai despedir 382 trabalhadores para fazer poupanças na ordem de 28,5 milhões de libras (31,6 milhões de euros) no que diz respeito aos seus serviços internacionais, entre reduções de custos que ascendem aos 500 milhões de libras (565 milhões de euros). O anúncio foi feito em comunicado pela própria BBC, esta quinta-feira, e citado pela “France 24”.

A emissora aponta a mudança de hábitos das audiências como justificação para esta decisão, pela quantidade crescente de consumidores que acedem a notícias através do meio digital, a que se junta o aumento dos custos de operacionalização.

A líder de uma união de defesa dos trabalhadores, Philippa Childs, disse que os despedimentos foram consequência de más decisões do governo britânico.

De recordar que, em julho, a BBC deu a conhecer os seus planos para fundir a BBC World News e a sua filial doméstica no Reino Unido, num canal cujo lançamento está previsto para abril do próximo ano.

A BBC World Service é reconhecida em todo o globo, operando em 41 línguas, com uma audiência semanal de 364 milhões de pessoas.

Entre as mudanças previstas estão os serviços de línguas estrangeiras, que em 11 países estavam disponíveis exclusivamente em formato digital. A estes, juntam-se outros sete países. As emissões de rádio, por sua vez, vão terminar em nove países, além de que alguns serviços vão passar a ser efetuados fora da cidade de Londres.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

“Taxa Amazon”. Barcelona prepara-se para taxar empresas de entregas

A cidade espanhola deverá aplicar uma taxa às empresas que circulem no espaço público para entregar encomendas online. Medida abrange empresas com mais de um milhão de euros em receitas anuais e deverá encaixar cerca de 3 milhões nos cofres da autarquia.

General Electric anuncia ‘spin-off’ da GE HealthCare

A General Electric Company (GE) acaba de anunciar que o seu Conselho de Administração deu luz verde ao spin-off da sua divisão de cuidados de saúde, GE HealthCare, que vai ser convertida numa empresa autónoma e renomeada GE HealthCare Technologies Inc., começando a operar no Nasdaq a 4 de janeiro de 2023.
Comentários