Câmara do Funchal: Coligação Confiança enaltece aprovação de proposta para a promoção da autonomia alimentar

Para a coligação confiança a aprovação desta estratégia de promoção da autonomia alimentar significa que o Funchal “irá salvaguardar os cerca de 80 hectares de solo agrícola, protegendo-os da voragem imobiliária; manter as existentes e criar novas Hortas Urbanas nas diversas freguesias do Funchal; isentar as taxas de licenciamento aos novos projetos agrícolas que pretendam se implantar no concelho;  retomar os programas de aquisição de produtos alimentares locais e regionais, como o caso do ‘Cabaz Vital’ e dar cumprimento à estratégia de alimentação local prevista no projecto ‘Food Trails’”.

Foi aprovado por unanimidade em reunião de Câmara, na Assembleia Municipal do Funchal esta quinta-feira, a proposta da Coligação Confiança que visa promover a autonomia alimentar do concelho sugerida pela Coligação Confiança.

“O município promoverá a autonomia estratégica alimentar, de sustentabilidade da agricultura e do território rural com a aprovação destas medidas para amparar as dificuldades que famílias vêm sentindo com o actual cenário de aumento generalizado do custo de vida, aumento da inflação e da incerteza alimentar que a crise económica provocada pela pandemia e pela invasão da Ucrânia estão a promover”, refere a coligação em comunicado.

Para a coligação confiança a aprovação desta estratégia de promoção da autonomia alimentar significa que o Funchal “irá salvaguardar os cerca de 80 hectares de solo agrícola, protegendo-os da voragem imobiliária; manter as existentes e criar novas Hortas Urbanas nas diversas freguesias do Funchal; isentar as taxas de licenciamento aos novos projetos agrícolas que pretendam se implantar no concelho;  retomar os programas de aquisição de produtos alimentares locais e regionais, como o caso do ‘Cabaz Vital’ e dar cumprimento à estratégia de alimentação local prevista no projecto ‘Food Trails’”.

“Com esta iniciativa da equipa da Confiança, o Funchal sairá reforçado ao nível das políticas públicas de apoio aos munícipes e mais resiliente para enfrentar a um futuro complexo que se avizinha de manutenção do aumento dos preços dos alimentos e da energia para o futuro próximo”, refere a vereadora Cláudia Dias Ferreira.

 

 

Recomendadas

Companhia aérea espanhola Binter inaugura três novas rotas a partir da Madeira

A companhia aérea espanhola Binter inaugura este fim de semana um programa especial de verão na Madeira, realizando duas novas ligações diretas às Canárias e uma a Marrocos

Funchal: Coligação Confiança lamenta chumbo da proposta para estender manuais escolares gratuitos ao secundário

O Vereador Miguel Silva Gouveia destaca que com esta reprovação da proposta da Confiança, os estudantes do ensino secundário do Funchal não terão acesso a manuais escolares gratuitos no próximo ano letivo 2022/2023, nem sabem quando é que esse direito, que já é uma realidade a nível nacional, se cumprirá na Madeira.

Deco diz que a crise é uma realidade e os consumidores enfrentam cada vez mais dificuldades

A atuação da Deco passa pela análise da situação específica do consumidor com dificuldades financeiras ou endividado e pelo contacto com as entidades credoras com o objetivo de efetuar uma reestruturação dos contratos de crédito/dívidas e encontrar formas que permitam ao consumidor cumprir com as suas obrigações.
Comentários