Câmara do Funchal investe 600 mil euros em manuais escolares

As candidaturas para 1º, 2º e 3º ciclos podem ser feitas a partir do dia 13 de Junho, no site da CMF, mais concretamente através deste link.

Na abertura do debate sob o tema “ Matemática da Natalidade, promovido pela Assembleia Municipal do Funchal, a Vice-presidente da autarquia, Cristina Pedra, anunciou 600 mil euros para o Programa de Atribuição de Manuais Escolares do Ensino Básico da Câmara Municipal do Funchal para o próximo ano letivo.

As candidaturas para 1º, 2º e 3º ciclos podem ser feitas a partir do dia 13 de Junho, no site da CMF, mais concretamente através deste link.

Atento à problemática da baixa natalidade e da situação socioeconómica das famílias carenciadas, o município do Funchal reforçou os apoios financeiros para 2022. Cristina Pedra destacou que foi feito um reforço de 32% das verbas de apoio social no orçamento municipal para este ano e “estamos a concretizá-las”.

Cristina Pedra destacou ainda o aumento da dotação disponível para as bolsas universitárias, tendo sido alargado o apoio aos cursos técnicos profissionais e apontou também a subvenção à natalidade destinada a crianças até aos três anos de idade, sendo o montante máximo de 50 euros por mês e por dependente mediante o rendimento do agregado familiar, a manutenção dos apoios às creches e jardins de infância com  pagamentos mensais de 25 euros, assim como outras medidas de apoio  à saúde e à alimentação mediante a entrega de comprovativos de despesas num valor que varia entre os 50 e os 200 euros.

O objetivo é que estas medidas possam contribuir para o aumento da natalidade.

Recomendadas

Zona oeste do Funchal vai ter 1.900 novas habitações nos próximos quatro anos

A revelação foi feita pelo Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, na inauguração das instalações da “ZOME Madeira”, marca que substitui a “7M Real Estate” no mercado imobiliário regional.

Despesa do Governo Regional da Madeira aumenta 3,5% e receita sobe 5,9%

O Governo Regional atribui o aumento da receita à “evolução ascendente evidenciada essencialmente pela componente fiscal”, que ascendeu 9,1% (ou +26,3 milhões de euros), devido à recuperação evidenciada este ano após a pandemia.

Praia da Doca do Cavacas interdita a banhos

A interdição, que vai durar pelo menos até sexta-feira, deve-se à deteção de poluição nas águas do mar. A praia vai continuar aberta ao público mas condicionada à não utilização para banhos.
Comentários