Carlyle e Explorer Investments compram Penha Longa Hotel & Golf Resort

A gestora global de ativos e a companhia independente portuguesa de gestão de ativos alternativos compraram o espaço sem, no entanto, revelarem os valores envolvidos no negócio.

A gestora global de ativos alternativos Carlyle e a companhia portuguesa de gestão de ativos alternativos Explorer Investments anunciaram esta quinta-feira a aquisição do Penha Longa Hotel & Golf Resort em Portugal. As empresas divulgaram um comunicado no qual não são revelados os valores envolvidos no negócio.

O espaço do resort vai continuar a ser gerido pelo Ritz-Carlton, uma empresa do Grupo Marriot, que gere aquele espaço desde dezembro de 2003.

O Penha Longa Hotel & Golf Resort faz parte da Quinta da Penha Longa, em Sintra, e conta com 194 quartos, um spa e um centro de bem-estar e com mais de três mil metros quadrados de instalações para conferências e reuniões. O resort é composto por um campo de golfe, considerado um dos 30 melhores da Europa. Além das instalações para reuniões, desporto e lazer, este ano o Penha Longa tornou-se no primeiro hotel português a ter dois restaurantes premiados com estrelas Michelin.

Peter Stoll, managing director da Carlyle European Realty, refere que “o Penha Longa é um dos mais reconhecidos hotéis em Portugal e o setor da hotelaria no país está a sentir uma forte procura por parte dos viajantes, tanto os de lazer como os corporativos”, mostrando-se “entusiasmados por sermos parceiros da Explorer Investments para desenvolver todo o potencial do resort“.

“A atividade de investimento e gestão de ativos na área do imobiliário e da hotelaria está a crescer de forma sustentável e estamos muito satisfeitos com a qualidade deste ativo, que inclui instalações de última geração e desenvolvimento imobiliário de primeira classe, e com a qualidade do nosso parceiro neste investimento”, sublinha, por sua vez, Pedro Seabra, partner da Explorer e responsável pela área de Real Estate.

A consultora escolhida para esta transação foi a CBRE, com o The Carlyle Group, e a Explorer Investments a terem a assessoria da sociedade de advogados Uría Menéndez – Proença de Carvalho e da consultora Deloitte.

Recomendadas

Advogados do caso BES querem Supremo a decidir pela manutenção de Ivo Rosa no processo

Na terça-feira a providência 24/22, deu entrada no Supremo e ficou decidido como relator o juiz conselheiro Manuel Capelo, segundo a “TSF”.

Empresas podem participar num estudo gratuito sobre clima organizacional até novembro

Em cada edição, o Índice da Excelência premeia as organizações que apresentam um melhor clima organizacional e que se destacam como organizações de excelência em Portugal. Para participar, as empresas terão de concluir a sua inscrição até ao final de novembro.

Líder do Conselho de Deontologia de Lisboa recandidata-se e critica bastonário dos advogados

Presidente do Conselho de Deontologia de Lisboa aponta perseguição por parte do atual bastonário e apelida a sua gestão de “fechada” e “opaca”. Alerta para falta de meios e “transparência” de gastos.
Comentários