Celebrações 10 de junho. Marcelo: “Foi o povo português que ajudou a criar o Brasil e a restaurar Timor-Leste”

Durante discurso em Braga, o Presidente da República falou também no povo “com armas que faz e quer fazer a paz , em Moçambique, na República Centro africana, no Mali, no Golfo da Guiné no Mediterrâneo, na Lituânia, na Roménia”.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhou o papel que Portugal teve na construção do Brasil e em restaurar Timor Leste no seu discurso nas celebrações do 10 de junho em Braga.

“Foi o povo português que cruzou oceanos e fez dos oceanos a nossa terra do futuro, foi o povo português que viu começar a ser reconhecido há 200 anos em 1822 um novo papel na vida nacional. Foi o povo português que ajudou a criar o Brasil e a restaurar Timor-Leste, é o povo português que aprende e reaprende a receber irmãos vindos das africas, das américas, das ásias, do pacífico”, sublinhou Marcelo.

“É o povo com armas que faz e quer fazer a paz , em Moçambique, na República centro africana, no Mali, no Golfo da Guiné no mediterrâneo, na Lituânia, na Roménia. É o povo português que tudo isso faz resistindo a pandemias globais a crises mundiais e nacionais construindo impérios com menos de um milhão de pessoas”, destacou o Chefe de Estado.

O Presidente da República falou também no povo “com armas que faz e quer fazer a paz, em Moçambique, na República Centro africana, no Mali, no Golfo da Guiné no Mediterrâneo, na Lituânia, na Roménia”. “É o povo português que tudo isso faz resistindo a pandemias globais a crises mundiais e nacionais contruindo impérios com menos de um milhão de pessoas

Para Marcelo a “nossa pátria é historia, é memoria, é língua é alma, é sucesso e fracasso”. “Heróis, lideres em monarquia como em república, mas é muito mais do que isso. É povo com séculos de raízes, mais povo que se juntou a nós anteontem, ontem ou hoje”.

“É o povo e é a ele que devemos tanto, mas tanto neste ano em que somos centro do mundo dentro de 15 dias na cimeira dos Oceanos que só é possível em Portugal porque o mesmo povo português escolheu o Oceano como seu destino”, recordou ainda o Presidente da República.

 

 

 

Recomendadas

Marcelo parte para São Paulo ainda sem “comunicação por escrito” de Bolsonaro

O chefe de Estado português afirmou hoje, antes de partir do Rio de Janeiro para São Paulo, que continua sem receber nenhuma “comunicação por escrito” do Presidente do Brasil a cancelar o almoço de segunda-feira em Brasília.

Futuros ‘vices’ defendem que país “precisa urgentemente” do PSD

Os futuros vice-presidentes do PSD Margarida Balseiro Lopes, Leitão Amaro e Paulo Cunha defenderam hoje que o país “precisa urgentemente do partido”, pelo que é necessário “fazer diferente” e abrir à sociedade civil.

PSD. Montenegro pede “apoio significativo” para as suas listas

O novo presidente do PSD, Luís Montenegro, pediu hoje “um apoio significativo” na votação de domingo para as listas aos órgãos nacionais que anunciou, considerando que tal será “um sinal para Portugal”.
Comentários