Cônsul do Brasil em Lisboa espera participação “expressiva” na votação

Às presidenciais brasileiras concorrem onze candidatos: Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

O Cônsul-Geral do Brasil em Lisboa disse este domingo que o afluxo de brasileiros às urnas durante as primeiras horas leva a esperar que a participação dos brasileiros residentes em Portugal nas eleições presidenciais do Brasil seja “expressiva”.

“O afluxo de pessoas é bastante intenso, o que nos leva a supor que a presença será bastante grande, expressiva”, disse a jornalistas Wladimir Waller, cerca de duas horas depois da abertura das urnas, às 8h, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

O representante do Brasil disse que o processo de votação está a correr “muito bem, com muita normalidade” e de forma rápida, com os eleitores a demorarem cerca de cinco minutos para votar.

No entanto, duas das 58 urnas eletrónicas que estão em Lisboa “apresentaram problemas e tiveram de ser substituídas por urna de lona”, num processo que foi coordenado com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que teve de autorizar a substituição.

O problema, que já está resolvido, causou um pequeno atraso na abertura de duas salas de voto, explicou o cônsul.

Wladimir Waller manifestou satisfação pela forma como as votações estão a decorrer, deixando um reconhecimento público à sua equipa que trabalhou para que a passagem de 21 mil eleitores em Lisboa para mais de 45 mil corra bem.

“É um prazer verificar que o brasileiro residente aqui providenciou o seu título eleitoral, fez a transferência, tem a documentação em dia, tudo isso é muito positivo, temos apenas de elogiar o que estamos presenciar”, realçou o cônsul.

Às presidenciais brasileiras concorrem onze candidatos: Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

Caso nenhum dos candidatos obtenha a maioria de 50% mais um voto este domingo, a segunda volta realiza-se com os dois mais votados no dia 30.

Recomendadas

Governo italiano aprova envio de armas à Ucrânia para todo o ano de 2023

O Governo italiano aprovou um decreto prolongando o fornecimento de ajuda, incluindo armamento, à Ucrânia para todo o ano de 2023.

PremiumUcrânia à espera do inverno e dos mísseis norte-americanos Patriot

A NATO não parece disposta a enviar os mísseis para a Ucrânia, e a Rússia já avisou que, se isso acontecer, tirará as devidas ilações.

PremiumProtestos na China “não têm dimensão de revolta política”

Os protestos face à política Covid zero na China chegaram a assumir alguma violência, mas os analistas não conseguem descobrir em Guangzhou qualquer sintoma da morte iminente do regime de Xi Jinping. ANATO manteve um olhar atento ao país asiático.
Comentários