Consultora Mazars lança linha de sustentabilidade em Portugal

“A sustentabilidade é uma missão e um propósito, não pode ser uma obrigação. Queremos ajudar a criar e potenciar negócios responsáveis e com valor, onde os fatores ESG fazem parte das estratégias das empresas”, diz Maria João Vaz, nova Sustainability Director da Mazars em Portugal.

A consultora Mazars lança linha de Sustentabilidade em Portugal num contexto de resposta global a questões ambientais, sociais e de governação (ESG) “que ocupam, cada vez mais, o topo da lista de preocupações de decisores e stakeholders”, segundo o comunicado.

“O que era já um pilar ao nível das prioridades e propósito da firma, com preocupações que passam pelas pessoas, planeta e pela sociedade, é elevado a uma nova dimensão – que procura, através de uma nova linha de serviço, criar valor para clientes e parceiros, através do suporte no que respeita à implementação de medidas que permitam contribuir para uma melhor performance, um percurso mais sustentável e, em última instância, uma economia mais próspera”, explica a consultora

A linha será liderada por Maria João Vaz, nova Sustainability Director da Mazars em Portugal, que considera que o desafio “será uma oportunidade para enriquecer o mercado com novas valências nesta área”. Na nova equipa de Sustainability, pretendem “ajudar os atuais e os futuros clientes a posicionarem as suas empresas de forma a serem melhores para o Mundo. A sustentabilidade é uma missão e um propósito, não pode ser uma obrigação. Queremos ajudar a criar e potenciar negócios responsáveis e com valor, onde os fatores ESG fazem parte das estratégias das empresas. É com este espírito que a Mazars vai entrar no mercado português, aliada à sua rede global”, indica.

Para Luís Gaspar, Managing Partner da Mazars em Portugal, esta aposta pretende responder não só à estratégia internacional da Mazars, como permitir oferecer soluções cada vez mais completas e competitivas a um mercado ávido por produtos e serviços nesta área.

“A Sustentabilidade é, hoje, um imperativo na vida das empresas e faz parte de uma visão comprometida, para além de potenciar novas oportunidades. Pode ajudar a melhorar a resiliência corporativa, criar valor para clientes e contribuir para um ecossistema saudável e uma comunidade mais forte. Reconhecemos a necessidade de apresentar uma abordagem sólida à Sustentabilidade, que permita desenhar estratégias claras e implementar padrões e processos mais sofisticados, rumo a empresas mais competitivas”, conclui na nota.

Recomendadas

Toyota Caetano Portugal com lucros de 7,3 milhões no semestre

Em comunicado à CMVM, a Toyota Caetano Portugal diz que os resultados líquidos consolidados ascenderam a 7,3 milhões de euros, o que compara com 11,7 milhões em dezembro de 2021 e com 2,98 milhões em junho de 2021.

Fintech holandesa lança serviços financeiros para PME com Mollie Capital

As fintechs financeiras estão a olhar para pequenas e médias empresas em Portugal. Depois da Rauva, vem agora a Mollie Capital anunciar-se como “o primeiro fornecedor de serviços financeiros para PME”.

Nextbitt quer ganhar terreno no exterior enquanto investe no desenvolvimento tecnológico aliado à sustentabilidade

Numa conversa com jornalistas durante a manhã desta quarta-feira, Miguel Salgueiro, partner da NextBITT, deu a conhecer a estratégia delineada pelo grupo para a evolução da sua oferta e da sua plataforma visando os desafios ambientais com os quais o sector se depara.
Comentários