Costa sublinha “convergências” com PSD no que toca a novo aeroporto de Lisboa

“Quero manifestar satisfação. Foi possível obter uma convergência quanto à metodologia à adotar”, admitiu Costa aos jornalistas.

O primeiro-ministro demonstrou agrado relativamente às “convergências” que tem com o Partido Social Democrata (PSD) no que toca ao novo aeroporto de Lisboa. As declarações foram feitas depois da reunião do Executivo de Costa com o líder do PSD sobre o assunto.

“Quero manifestar satisfação, foi possível obter uma convergência quanto à metodologia à adotar”, admitiu Costa aos jornalistas. O chefe de Governo disse que na reunião foi possível “apresentar aquilo que é a metodologia para podermos ter uma decisão consistente e sustentada sobre um problema que há décadas se arrasta que tem que ver com a nova localização do aeroporto de Lisboa”.

“Vamos agora contactar as diferentes entidades quer servirão para a composição da comissão técnica e da comissão de acompanhamento que farão a avaliação ambiental estratégica e  que deve estar concluída até final do próximo ano de forma que  possamos ter uma decisão final e definitiva sobre esta matéria”, destacou o primeiro-ministro.

Para o governante “este primeiro passo”, da composição técnica e da comissão de acompanhamento “era muito importante para podermos ter a possibilidade de um acordo”. “Era essencial termos um acordo sobre como chegar à tomada de decisão como é sabido há múltiplas hipóteses, há muitas opiniões diversas e para o decisor político seja quem está no Governo, seja quem está na oposição é fundamental termos uma informação técnica consolidada”, acrescentou.

Recomendadas

Ministro da Saúde inicia processo de dissolução de consultora (com áudio)

Manuel Pizarro já iniciou o processo de dissolução da Manuel Pizarro-Consultoria e reconhece incompatibilidade.

OE2023: Conselho de Ministros extraordinário discute documento na terça-feira

O Governo discute em Conselho de Ministros extraordinário na terça-feira a proposta de Orçamento do Estado para 2023, numa reunião que marca o começo do processo de aprovação do documento, que é entregue ao parlamento na segunda-feira.

Governo avisa federação russa em Portugal: “UE adotará medidas restritivas adicionais” devido a anexação de regiões ucranianas

O Ministério dos Negócios Estrangeiros garante que a UE “continuará a apoiar a integridade territorial e a soberania da Ucrânia”, posição que demonstrou, esta segunda-feira, durante reunião com o embaixador da Federação Russa.
Comentários