CPLP confirma missão de observação para as eleições em São Tomé e Príncipe

As eleições legislativas, regional e autárquicas em São Tomé e Príncipe vão realizar-se a 25 de setembro

O secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Zacarias da Costa, confirmou à Lusa que a organização vai enviar um missão de observação para as eleições legislativas, regional e autárquicas de 25 de setembro em São Tomé e Príncipe.

“Contamos enviar missões para São Tomé e Príncipe, já temos praticamente a missão constituída”, afirmou, em Brasília, Zacarias da Costa, à margem das celebrações dos 200 anos da independência do Brasil.

O MLSTP/PSD que lidera a coligação no governo são-tomense apresenta como cabeça de lista no distrito de Água Grande e candidato a reeleição no cargo de primeiro-ministro o presidente do partido, Jorge Bom Jesus.

A ADI, maior partido da oposição, apresenta o presidente do partido e ex-primeiro-ministro (2014-2018), Patrice Trovoada.

Questionado pela Lusa se a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa pretende enviar semelhantes missões às eleições na Guiné-Bissau e Guiné Equatorial, Zacarias da Costa disse que a organização ainda não recebeu nenhum convite.

“Se recebermos convites das autoridades da Guiné Equatorial e da Guiné-Bissau iremos também enviar uma missão de observação aos atos eleitorais”, afirmou

“Só enviamos uma missão quando recebemos convite das autoridades”, frisou.

Após ter decidido dissolver o parlamento, o Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, marcou eleições legislativas para 18 de dezembro.

Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste são os nove Estados-membros da CPLP.

Relacionadas

Portugal inicia em novembro formação de militares da CPLP

O Instituto Universitário Militar de Portugal vai acolher em novembro a capacitação de militares da Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para missões da Organização das Nações Unidas (ONU), anunciou hoje em São Tomé, a ministra portuguesa da Defesa Nacional.

Portugal e São Tomé e Príncipe assinam acordo de cooperação na Defesa

“É um programa que vai prolongar e reforçar aquilo que são já mais de três décadas de cooperação entre países amigos que têm vindo ao longo destas décadas a aprofundar os laços que nos unem e a grande amizade que nos une”, afirmou a ministra da Defesa Nacional de Portugal, Helena Carreiras.

São Tomé: União Europeia espera processo eleitoral em segurança

A União Europeia espera que as eleições legislativas, regional e autárquicas de 25 de setembro em São Tomé e Príncipe decorram em segurança, paz cívica e com “debate vivo”, disse a chefe da missão de observadores da UE.
Recomendadas

Ameaça nuclear de Putin “deve ser levada a sério”, alerta analista

“Estamos a abordar uma situação considerada impensável. Uma nova realidade”, vincou Eugene Rumer, ex-oficial dos serviços de informações para a Rússia e Eurásia no Conselho de Inteligência Nacional dos Estados Unidos e diretor do programa Rússia e Eurásia do Carnegie Endowment Endowment for International Peace.

Eleições em São Tomé. Patrice Trovoada exorta primeiro-ministro a reconhecer a derrota

O presidente da Ação Democrática Independente (ADI), partido mais votado nas legislativas de São Tomé e Príncipe, exortou hoje o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, a reconhecer a derrota do MLSTP/PSD “o mais rapidamente possível” para apaziguar o clima social.

CPLP e comunidade da África Central negoceiam cooperação política e de formação em português

A Comunidade Económica dos Estados da África Central e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) discutiram hoje formas de cooperação no domínio político, desenvolvimento da língua portuguesa e comissões de observação eleitoral, referiram responsáveis das organizações.
Comentários