Custos de construção aumentam 7,4% em outubro

Por sua vez, o preço dos materiais e o custo da mão de obra apresentaram variações de 8,8% e de 5,4%, respetivamente.

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) revelou, esta quinta-feira, que os custos de construção aumentaram 7,4% em outubro. Este acréscimo corresponde a mais 0,6 pontos percentuais (p.p.) face ao mês anterior.

Por sua vez, o preço dos materiais e o custo da mão de obra apresentaram variações de 8,8% e de 5,4%, respetivamente, em comparação ao período homólogo.

O INE aponta também que “o custo da mão de obra contribuiu com 2,3, p.p. para a formação da taxa de variação homóloga do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) e a componente dos materiais contribuiu com 5,1 p.p”.

Relativamente à variação em cadeia, a taxa de variação mensal do ICCHN foi de 0,8% em outubro e os custos dos materiais a par com custo da mão de obra aumentaram 0,9% e 0,6%, respetivamente.

Por sua vez, as “componentes mão de obra e materiais contribuíram com 0,3 e 0,5 p.p., respetivamente, para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN”, destaca o INE.

Recomendadas

PremiumEUA e zona euro vão ter uma “aterragem dura” na pista da recessão no próximo ano

A subida das taxas de juro para controlar a inflação vai ter forte impacto na economia em 2023. Alemanha afunda acima da média, com China a crescer acima do previsto.

PremiumJoão Caiado Guerreiro: “Os vistos gold têm sido extremamente positivos para o país”

Área de Imigração deverá continuar a ser das mais dinâmicas da Caiado Guerreiro, apesar do anunciado fim dos vistos ‘gold’. Processo para cobrar cinco milhões de euros em honorários à Pharol vai a julgamento em fevereiro.

Custo de cabaz alimentar de bens básicos aumentou 21% para adultos num ano, diz BdP

O banco central revela que entre outubro de 2021 e outubro de 2022, o custo mensal médio e mediano de um cabaz básico de consumo alimentar para um adulto com cerca de 40 anos aumentou 21% e 24%, respetivamente.
Comentários