Da redução de custos ao aumento de eficiência. Cinco motivos para implementar a faturação eletrónica na sua empresa

A implementação de serviços de fatura eletrónica é vista como apenas mais um custo e não como algo verdadeiramente vantajoso. No entanto, deixamos cinco motivos pelos quais deve implementar a faturação eletrónica na sua PME o mais rapidamente possível.

Quase 80% das empresas portuguesas estão atrasadas ao nível da transformação digital, encontrando-se mesmo entre as mais atrasadas da União Europeia, de acordo com os dados da Eurostat.

De forma geral, a implementação de serviços de fatura eletrónica é vista como apenas mais um custo e não como algo verdadeiramente vantajoso, porém, a SERES, especialista em serviços de intercâmbio eletrónico seguro de documentos, aponta cinco motivos pelos quais
deve implementar a faturação eletrónica na sua PME o mais rapidamente possível.

Redução de custos

A faturação eletrónica permite uma otimização significativa dos recursos. Os custos incorridos na compra do software de faturação são
rapidamente pagos e são muito menores do que a utilização de faturas em papel. Além disso, as faturas eletrónicas não requerem uma área de armazenamento físico, portanto, as empresas reduzem custos de espaço, aluguer e eletricidade. Segundo o “Estudo sobre a Fatura Eletrónica em Portugal”, referente aos primeiros semestres de 2020 e 2021, da SERES, o aumento na adoção da fatura eletrónica reflete-se diretamente nas poupanças das empresas não só a nível de despesas de gestão, como também no número de horas, permitindo uma gestão de poupança acima dos 47 mil euros.

Aumento da eficiência

A fatura eletrónica utiliza procedimentos automatizados e inteligentes, o que permite obter melhores resultados que os processos manuais.
Assim, o tempo dedicado a tarefas administrativas reduz-se em quase 70% e os erros humanos derivados do tratamento manual de faturas são totalmente eliminados.

Redução de tempos

Assim como ocorre em outros campos, a digitalização de documentos reduz significativamente os tempos. No caso das faturas eletrónicas, os pagamentos são acelerados e os tempos de coleta são reduzidos, pois o envio é quase imediato e as faturas podem ser rastreadas e monitorizadas, permitindo uma redução de tempo estimada de 7 anos laborais, ou cerca, quase 26 mil horas.

Acessibilidade

Os documentos digitais permitem um acesso rápido e com mais segurança do que os documentos em papel. Quando temos uma plataforma de gestão digital, os documentos podem ser consultados desde qualquer lugar e em qualquer momento.

Segurança e proteção contra fraude

A fatura eletrónica oferece um sistema muito seguro que reduz as hipóteses de fraude ou a falsificação de documentos. A faturação eletrónica também regista pagamentos e outras operações monetárias e facilita a monitorização do dinheiro. Além disso, garante a integridade e
autenticação do remetente, compila os dados de forma confiável e preserva os documentos durante anos.

 

 

Recomendadas

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.

Respostas rápidas: é assim que pode ir para a reforma antes dos 66 anos e sete meses

Não tem 66 anos e sete meses, mas quer ir para a reforma? Há vários regimes que permitem a antecipação da pensão de velhice. O Jornal Económico explica, com base num guia do ComparaJá.

Respostas Rápidas: como pode aceder ao complemento solidário para idosos ou outras pensões?

A propósito do Dia Internacional do Idoso e dado o envelhecimento cada vez maior da sociedade portuguesa, importa compreender como podem os contribuintes aceder a vários apoios disponibilizados pela Segurança Social.
Comentários