Défice orçamental cai 394 milhões até novembro

Este valor rondou os 4,4 mil milhões de euros no conjunto dos primeiros 11 meses de 2016, caindo 394 milhões face ao valor registado no mesmo período de 2015

Cristina Bernardo

De acordo com dados divulgados pelo Ministério das Finanças, o défice orçamental calculado na ótica de caixa rondou os 4,4 mil milhões de euros nos primeiros onze meses deste ano, caindo assim 394 milhões de euros face ao valor registado no mesmo período de 2015 “diminuindo de 4.729,6 milhões de euros para 4.335,8 milhões de euros”.

De acordo com o mesmo comunicado das Finanças, este ministério explica que se trata de “um desempenho que resultou do aumento de 1,9% da receita, superior ao crescimento de 1,3% da despesa”, sublinhando ainda que o “saldo primário das Administrações Públicas foi positivo: 3 646 milhões de euros, o que representa uma melhoria de 713 milhões de euros face a 2015″.

Recomendadas

Cinco milhões para ações de emergência na serra da Estrela até final do ano

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, disse que o Fundo Ambiental disponibiliza, até ao final do ano, cerca de cinco milhões de euros para ações de emergência.

Costa Silva: Próximos anos não vão ser “cor-de-rosa” para a economia portuguesa

António Costa Silva, ministro da Economia, afirma que “não é com receitas do passado que vamos resolver os problemas”, defendendo que “para resolver os problemas de curto prazo, precisamos de uma visão de longo prazo”.

Dionísio Pestana pede reforma dos impostos como apoio às empresas

O presidente do Grupo Pestana afirma não precisar de ajudas diretas, perante o cenário de incerteza, mas pede ao Governo que avance com uma reforma nos impostos, apontando para a TSU.
Comentários