PremiumDigitalização é fundamental para aposta na sustentabilidade

As soluções tecnológicas já existem, especialmente para a recolha e tratamento de dados. Agora, é necessário que se estendam a todo o tecido empresarial, para tornar as operações mais eficientes e, também, mais sustentáveis.

O processo de digitalização das empresas é um elemento essencial para que se tornem mais sustentáveis, nomeadamente através do aumento da eficiência das operações, defendem os oradores da conferência “Indústria Digital e Sustentável”, mas é necessário acelerar o movimento e criar condições para que chegue à generalidade do tecido empresarial, composto por micro, pequenas e médias empresas.

“A sustentabilidade, a transição energética e a transformação digital estão, realmente, interligadas, ou seja, não podemos ter uma sem a outra. A sustentabilidade tem uma parte normativa, uma parte social e uma parte financeira, que vai impactar nas empresas que não sejam sustentáveis”, refere Victor Moure, country manager da Schneider Electric Portugal.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumEmpreendedores aceleram inovação nas grandes empresas

Portugal tem um enquadramento propício ao empreendedorismo, que é aproveitado pelas corporações para acelerarem os seus processos de inovação. Projeto da Galp com a Sensei para o retalho é um exemplo deste tipo de parceria.

Premium“A prazo, todos pagamos” problema da precariedade, diz Renato do Carmo

Precariedade impacta a sustentabilidade da Segurança Social e retira o papel de inclusão social ao trabalho, defende o investigador.

Sensei quer ser maior player mundial em lojas autónomas – Vasco Portugal

Conferência “Stratups: o motor de inovação do mundo corporate” contou também com a participação de Ana Casaca, Global Head of Innovation da Galp; João Diogo, Head of Retail da Galp; e Diogo Pinto Sousa, diretor-executivo para Small Medium and Corporate Markets da Microsoft Portugal.
Comentários