“Disse aos nossos militares: considerem que as pedras são espingardas”. Trump ameaça imigrantes da América Central

A permissão para usar armas de fogo contra imigrantes foi dada aos 15 mil militares norte-americanos destacados para a fronteira com o México.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revelou esta sexta feira que deu ordem aos 15 mil militares destacados para a fronteira com o México para dispararem contra os imigrantes da América Central em caso de confronto, mesmo que sejam usadas pedras.

“Espero que não [aconteça]. Mas se alguém atirar pedras, como fizeram no México, vamos considerar um ataque com uma arma de fogo, porque a diferença não é muita”, argumentou Trump numa conferência de imprensa na Casa Branca. “Querem atirar pedras aos nossos militares? As nossas forças vão responder com tiros”, rematou.

O comentário vem no seguimento de um grupo de imigrantes, de diversos países da América Central que se desloca em caravana em direcção aos EUA, e que entrou recentemente em conflito com a polícia da Guatemala, contra quem atirou pedras.

“Disse aos nossos militares: considerem que as pedras são espingardas”, sublinhou o Presidente dos EUA.

Na conferência de imprensa, Trump, sem apresentar dados que comprovassem as suas declarações, afirmou que as famílias que entram nos Estados Unidos são “agressores violentos” que irão pôr em causa a segurança do país.

No twitter não poupou a propaganda desta ideia xenófoba e racista, ao partilhar um vídeo de Luis Bracamontes, um imigrante iligal que foi condenado por matar dois policias na Califórnia em 2014, e que ficou conhecido por ter-se gabado dos assassinatos durante o julgamento.

As declarações de Trump surgem a quatro dias das eleições para o Congresso, a 6 de novembro.

Nas últimas semanas, Trump intensificou o discurso anti-imigração, culpando o Partido Democrata pelas “leis liberais ridículas” de imigração e pela permissividade do México em relação à entrada de “grandes fluxos de droga e de pessoas” nos EUA.

“Cada vez que virem uma caravana, ou pessoas a entrar ilegalmente, ou a tentar entrar, pensem e culpem os Democratas por não nos darem os votos para mudarmos as nossas patéticas leis anti-imigração! Lembrem-se das eleições!”.

Recomendadas

JE pioneiro a exibir vídeo na plataforma Spotify

O JE, que disponibiliza vários podcasts nesta plataforma de streaming, tornou-se pioneiro ao agregar o formato vídeo no Spotify, plataforma que até há pouco tempo apenas permitia o upload em formato de áudio.

O Mundial de todas as contradições em análise. Ouça o “Atlantic Connection”

Com apresentação de Giovanna Oliveira e José Carlos Lourinho, o Atlantic Connection é um programa produzido em parceria pela BM&C News e pelo Jornal Económico, que oferece uma perspectiva em português sobre os grandes temas da atualidade global.

Drogas, insultos nas redes sociais e excesso de peso. As 10 rescisões mais bizarras no futebol

Cristiano Ronaldo foi o último a rescindir o seu contrato por divergências com o clube, mas o mundo do futebol está recheado de histórias que envolveram alguns dos mais famosos (outros nem tanto) jogadores do panorama futebolístico.
Comentários