É britânico, filho de veterano da Royal Air Force, mas agora dá voz a vídeos de propaganda russa

A justificação apresentada por Putin para a realização da “operação militar especial” no país vizinho – desnazificação da Ucrânia – é uma das mensagens presentes no vídeo insiste. “Hoje, na Ucrânia, os nazis e os seus lacaios nacionalistas fascistas são aclamados como heróis”, diz Grant.  

Bruge Grant, filho de um veterano da Royal Air Force (RAF) da Segunda Guerra Mundial, fez a locução de um vídeo de propaganda russa em língua inglesa no qual acusa Kiev do “genocídio” da população russófona em território ucraniano, de acordo com o “Daily Mail”.

O vídeo publicado na segunda-feira ao qual o ator britânico de 72 anos dá voz tem uma série de referências à Segunda Guerra Mundial, como a “perda de mais de três milhões de soldados e oficiais do Exército Vermelho”.

A justificação apresentada por Putin para a realização da “operação militar especial” no país vizinho – desnazificação da Ucrânia – é um dos pontos em que o vídeo insiste. “Hoje, na Ucrânia, os nazis e os seus lacaios nacionalistas fascistas são aclamados como heróis”, diz Grant.

“No século XXI o nazismo não só regressou à Ucrânia como penetrou profundamente na mente de muitos cidadãos”, diz o ator, acusando a Ucrânia de um “genocídio em massa da população de língua russa”.

Grant, que vive na Rússia desde 1994, é proprietário de uma empresa de serviços linguísticos registada em Londres; é licenciado pela Universidade de Aberdeen, mas emigrou mais tarde para o Canadá antes de se mudar para a Federação Russa, segundo o “The Times”.

O “Daily Mail” compara o trabalho de Grant ao do Lord Haw-Haw, cujo nome verdadeiro é William Joyce, um ativista fascista na Grã-Bretanha de nacionalidade norte-americana e irlandesa que, durante a década de 1930, ajudou os nazis a transmitir propaganda anti-britânica durante a guerra,  um crime pelo qual foi enforcado em 1946.

 

https://twitter.com/mfa_russia/status/1528655820757647360?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1528655820757647360%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.dailymail.co.uk%2Fnews%2Farticle-10855489%2FBritish-actor-72-voices-Kremlin-propaganda-video-accusing-Ukrainians-Nazism.html

licenciou-se na Universidade de Aberdeen mas emigrou mais tarde para o Canadá antes de se mudar para a Rússia, de acordo com o jornal.
Grant “emprestou” a sua voz a “mais de 33 estúdios” e trabalhou como um principais atores de voz para a série de jogos de vídeo War Thunder produzida pela Gaijin Entertainment, que já se distanciou das declarações de Grant, segundo o “The Times”.

“Ele é um famoso talento de voz freelancer que participou em centenas de projetos como filmes, documentários, jogos de vídeo e vídeos publicitários que nada têm a ver connosco”, comentou a empresa.

A publicação do vídeo na página do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo ocorre poucos dias depois de o parlamento ter aprovado um projeto de lei que concede aos procuradores poderes para encerrar gabinetes de imprensa estrangeiros em Moscovo, no caso de um país ocidental ter sido “pouco amigável” com os meios de comunicação russos.

Recomendadas

Bruxelas prepara plano de emergência para precaver corte total de gás russo (com áudio)

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, anunciou hoje perante o Parlamento Europeu que o seu executivo vai apresentar este mês um plano de emergência europeu para precaver um eventual corte total de fornecimento de gás russo.

Modelo, atriz e sniper. Quem era a brasileira que perdeu a vida na Ucrânia?

Thalita do Valle, de 39 anos, lutava ao lado das forças ucranianas em Kharkiv. A cidade foi atacada e a mulher não resistiu.

Erdogan vai “intensificar” negociações para garantir exportação de cereais da Ucrânia

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse esta terça-feira que pretende “intensificar” as negociações com Rússia e Ucrânia para garantir um acordo sobre o plano da ONU para a exportação de cereais ucranianos para o mercado mundial.
Comentários