EDIA agravou prejuízos em 2020, para 13,86 milhões de euros

O volume de negócios da empresa pública responsável pelo investimento e gestão no projeto de regadio do Alqueva fechou o ano passado com um volume de negócios de 36 milhões de euros, mais 8% que em 2019.

A EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva agravou os seus prejuízos em 2020, para 13,86 milhões de euros, quando no exercício precedente tinha registado resultados líquidos negativos de 2,67 milhões de euros.

O volume de negócios da empresa pública responsável pelo investimento e gestão no projeto de regadio do Alqueva fechou o ano passado com um volume de negócios de 36 milhões de euros, mais 8% que em 2019.

Segundo o relatório e contas da EDIA, divulgado há minutos na CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o EBITDA da empresa também subiu no ano passado, na ordem dos 14%, para cerca de 12 milhões de euros.

Em 2020, a área inscrita da EDIA cresceu mais de 9%, para 103.048 hectares, “solidificando o inequívoco e enorme sucesso da componente hidroagrícola do projeto Alqueva”, conforme sublinha o documento da empresa liderada por José Pedro Salema.

Recomendadas

Ministra debaixo de fogo garante que “em breve” haverá um novo secretário de Estado da Agricultura

Maria do Céu Antunes diz, este domingo, em entrevista à Antena1 e ao Jornal de Negócios, que está a ser feita “uma interpretação errada” do diploma aprovado a 5 de janeiro, adiantando que ela e o primeiro-ministro estão a refletir sobre a escolha que vai ser feita.

Confagri alerta para verbas do PEPAC sejam canalizadas para a produção agrícola

“Com este PEPAC, teremos novos mecanismos, como os chamados Eco Regimes, mas atenção, dada a sua importância é fundamental que os mesmos sejam exequíveis pelos agricultores de todos os territórios”, acrescenta Idalino Leão.

CONFAGRI agenda reunião para discutir situação do sector agrícola

A aplicação do PEPAC é um dos temas em destaque na discussão. A reunião conta com a presença da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.
Comentários