Embaixadora da Ucrânia em Portugal diz que destituição “é uma rotação agendada”

A embaixadora da Ucrânia em Portugal disse hoje que a sua destituição do cargo estava agendada e foi informada sobre ela dois dias antes do anúncio da decisão pelo ministro dos Negócios Estrangeiros do seu país.

“Posso dizer que isso é uma rotação agendada”, afirmou em declarações à SIC, Inna Ohnivets.

“Na decisão do Presidente ucraniano há a informação de que três embaixadores terminam as suas funções, segundo o plano da rotação”, acrescentou.

Quando questionada se já sabia que não iria ser reconduzida no cargo, a diplomata ucraniana apenas mencionou que dois dias antes teve uma conversa telefónica com o ministro dos Negócios Estrangeiros do seu país em que foi informada que a decisão se contextualizava no plano de rotação.

“Eu tive uma conversa telefónica dois dias antes, com o nosso ministro dos Negócios Estrangeiros, e ele informou-me que, segundo o plano de rotação, será esta decisão”, disse a embaixadora.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, destituiu Inna Ohnivets das funções de embaixadora da Ucrânia em Portugal, comunicou o chefe de Estado no seu ‘site’ oficial.

Numa nota no ‘site’, assinada na sexta-feira, o Presidente ucraniano dá conta da “destituição” de Inna Ohnivets do cargo de embaixadora extraordinária e plenipotenciária da Ucrânia junto da República Portuguesa.

Relacionadas

Zelensky demite embaixadora da Ucrânia em Lisboa

A informação é avançada pelo “Kiyv Independent” que adianta também as substituições do embaixador da Ucrânia na Geórgia, Ihor Dolhov e na Eslováquia, Yurii Mushk.
Recomendadas

Irão aceitará Acordo Nuclear mediante compromissos

Fonte não identificada afirmou que o último relatório com propostas apresentado pela União Europeia é “aceitável”, mas com algumas garantias, nomeadamente no que tem a ver com sanções e controlo do plano nuclear.

Venezuela e Colômbia iniciam normalização das relações

Os dois países vão trocar embaixadores na tentativa de restabelecer laços que se perderam há mais de três anos e que a vitória de Gustavo Petro nas presidenciais colombianas permitiu.

Turquia estreita laços com o Paquistão

A assinatura de um acordo para aumentar o comércio bilateral é considerada uma alavanca para aproximar os dois países islâmicos, o que pode ser fundamental para reequilibrar forças antagónicas na região.
Comentários