PremiumEmpreendedores aceleram inovação nas grandes empresas

Portugal tem um enquadramento propício ao empreendedorismo, que é aproveitado pelas corporações para acelerarem os seus processos de inovação. Projeto da Galp com a Sensei para o retalho é um exemplo deste tipo de parceria.

O empreendedorismo está a crescer em Portugal, de forma consistente, beneficiando de um enquadramento favorável e da apetência que diferentes organizações demonstram para a inovação, porque a parceria com startups constitui uma forma de acelerar a inovação.

O acesso a financiamento, a partir do momento em que as novas empresas precisam de ganhar escala, continua a limitar outros voos com projetos baseados em Portugal, mas incentiva a que os empreendedores olhem para o mercado internacional desde o primeiro momento.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Premium“Redudâncias” condicionam contabilistas

Num sector onde a digitalização acelerou nos últimos anos, os profissionais continuam a queixar-se de uma burocracia excessiva que os afasta das suas atividades nucleares. Atração e retenção de talento é outro dos principais desafios.

PremiumMira com investimento de 30 milhões para gestão da água

Compatibilizar valores e recursos naturais com o aproveitamento do potencial para a produção de hortofrutícola no Aproveitamento Hidroagrícola do Mira é o maior desafio da região, afirmou o secretário de Estado da Agricultura.

Gonçalo Moura Martins defende que empresas portuguesas precisam de escala

O CEO da construtora falava num painel de empresários constituído por António Pires de Lima, CEO da Brisa, Jorge Rebelo de Almeida, presidente do Grupo Vila Galé, e Francisco Cary, administrador da Caixa Geral de Depósitos, sobre o atual contexto de crise.
Comentários