Energia impulsiona produção industrial portuguesa em novembro

O índice de produção industrial registou uma variação homóloga de 0,2%, mais 2,5 pontos percentuais à observada em outubro, de acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pelo INE.

Jose Manuel Ribeiro/Reuters(Arquivo)

O índice de produção industrial apresentou, em novembro último, uma variação homóloga de 0,2%, sendo que, no mês anterior, registou uma descida de 2,3%. Neste período, destaca-se ainda a taxa de variação da secção das indústrias transformadoras que recuou 0,7% (que compara com a descida de 2,4% no mês anterior), segundo divulgou esta segunda-feira, dia 30 de dezembro, o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Quanto ao contributo mais influente para esta subida, tem como protagonista o agrupamento de energia que apresentou o contributo mais influente para a variação positiva do índice agregado [1,9 pontos percentuais (p.p.)], originado por uma taxa de variação de 10,3% (1,1% no mês anterior). Também o agrupamento de bens de investimento deu um contributo positivo (0,8 p.p.), em resultado de uma variação homóloga de 5,1% (2,2% em outubro).

Já os bens de consumo e os bens intermédios apresentaram contributos negativos (recuando 2,5 p.p. no total dos dois agrupamentos), resultantes de taxas de variação de menos 5,7% (sendo que a descida no mês anterior foi de 5,9%) no primeiro caso e  menos 1,6% (tendo descido 2,5% em novembro) nos bens intermédios.

Recomendadas

Comunidades pedem a António Costa que resolva “discriminação” de pensionistas

O Conselho Regional das Comunidades Portuguesas na Europa (CRCPE) endereçou hoje uma carta ao primeiro-ministro de Portugal a solicitar a atualização das pensões e reformas para evitar perdas do valor futuro das pensões e reformas dos portugueses no estrangeiro.

JMJLisboa2023. Portugal terá retorno económico de cerca de 350 milhões de euros

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realiza no próximo mês de agosto em Lisboa, vai ter um retorno económico para Portugal de cerca de 350 milhões de euros, revelou hoje o coordenador do evento nomeado pelo Governo.

Câmara de Grândola aprova nova descida do IMI e alargamento do IMI familiar

A Câmara Municipal de Grândola aprovou, na passada quinta-feira, as propostas de redução do IMI de 0,34% para 0,33%, e de alargamento do IMI familiar para famílias com um dependente. Reduções que são para vigorarem em 2023.
Comentários