Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

A child in first grade uses a new laptop as part of the Canaima project at a Bolivarian school in Caracas September 23, 2009. This program, the product of an agreement between Venezuela and Portugal, is aimed at giving a laptop computer to children attending first grade in public schools across the country. REUTERS/Jorge Silva (VENEZUELA POLITICS EDUCATION SCI TECH)

A empresa norte-americana Equinix – que desenvolve infraestruturas digitais, como centros de dados – lançou uma fundação dedicada à promoção da inclusão digital, desde o acesso à tecnologia e conectividade, até as capacidades necessárias para prosperar no mundo tecnológico, em todo o mundo. A Fundação Equinix (“Equinix Foundation”), classificada como organização privada sem fins lucrativos na lei dos Estados Unidos, irá dar financiamento a organizações que trabalham para garantir um acesso equitativo e inclusivo à tecnologia, conectividade e educação, avaliando igualmente oportunidades em matéria de sustentabilidade ambiental.

Para esta estratégia, a Equinix fez uma doação inicial de 50 milhões de dólares (51 milhões de euros) ao fundo, através da entrega de ações da Equinix – que negoceia no índice Nasdaq – à fundação, para poder ser autossustentável. O conselho de administração da fundação têm a missão anual de determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições, a correspondência com as ofertas dos colaboradores e aquelas que são para responder a crises.

Todavia, os trabalhadores da Equinix também irão desempenhar um papel fundamental na definição do formato da fundação, apoiando a gestão na identificação de organizações sem fins lucrativos e empresas sociais voltadas para a comunidade, dedicadas a eliminar a exclusão digital a nível regional e global.  “A fundação também pretende fazer investimentos relevantes que promovam rendimentos em termos de juros”, adianta a multinacional.

“O nosso propósito consiste em ser a plataforma onde o mundo se une, possibilitando as inovações que enriquecem o nosso trabalho, vida e planeta. A Fundação Equinix é um veículo importante para cumprir o nosso compromisso ‘In Service To’ – uns para com os outros e para com os nossos clientes, investidores e comunidades em que operamos”, destaca o presidente e CEO da Equinix. “Poderemos também solidificar o nosso compromisso com o futuro construindo um mundo melhor, mais inclusivo e mais sustentável, ao mesmo tempo que aproveitamos e amplificamos a paixão das nossa equipas, para ajudar a combater a exclusão digital nas nossas comunidades e não só”, sublinhou Charles Meyers.

À parte esta nova estrutura, a Equinix mantém as parcerias com dezenas de organizações sem fins lucrativos, que trabalham para reduzir a exclusão digital, nomeadamente a BigHope (que prepara jovens do ensino básico e secundário, para oportunidades nas áreas da Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática), o grupo Clap-Tech ou a rede social World Pulse, que promove o impacto das mulheres no mundo.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

“Taxa Amazon”. Barcelona prepara-se para taxar empresas de entregas

A cidade espanhola deverá aplicar uma taxa às empresas que circulem no espaço público para entregar encomendas online. Medida abrange empresas com mais de um milhão de euros em receitas anuais e deverá encaixar cerca de 3 milhões nos cofres da autarquia.

General Electric anuncia ‘spin-off’ da GE HealthCare

A General Electric Company (GE) acaba de anunciar que o seu Conselho de Administração deu luz verde ao spin-off da sua divisão de cuidados de saúde, GE HealthCare, que vai ser convertida numa empresa autónoma e renomeada GE HealthCare Technologies Inc., começando a operar no Nasdaq a 4 de janeiro de 2023.
Comentários