Esquerda reivindica mais férias e o feriado de Carnaval

A 11 de janeiro, o tema volta a ser debatido. PCP, Os Verdes e Bloco querem o aumento do número de férias para todos os trabalhadores e que no Carnaval volte a ser feriado.

Depois da reposição de quatro feriados (dois civis e dois religiosos) este ano, os partidos que sustentam o Governo do PS voltam a debater a questão dos dias de descanso, no dia 11 de janeiro, escreve o “Jornal de Negócios”, esta terça-feira.

Em novembro de 2015, o partido ecologista Os Verdes já tinha feito chegar à Assembleia da República um projeto sobre o tema, de forma a fixar a terça-feira do Entrudo como feriado nacional. António Costa chegou a defender a hipótese, alegando que o país devia retomar a “liberdade” de poder festar a data, mas a decisão final ainda não está tomada.

Na altura, o partido liderado por Heloísa Apolónia deixou de parte esse projeto e justificou a decisão com a opção de querer desligar este debate do da reposição dos feriados obrigatórios.

No dia 18 de janeiro, os deputados vão discutir os diplomas do Bloco de Esquerda e do PCP que querem dar mais dias de férias aos trabalhadores dos setores público e privado, de acordo com o explica o jornal.

Os dois diplomas que vão ser apresentados pelo PCP preveem a reposição dos 25 dias de férias para a Função Pública, acrescidos de um dia útil de férias por cada dez anos de serviço prestado, e o direito a 25 dias de férias anuais ao setor privado.

Atualmente, os trabalhadores do setor público e do privado têm direito a 22 dias de férias.

 

Relacionadas

Feriados: saiba quais os fins-de-semana que pode prolongar em 2017

Vai haver cinco feriados e mais cinco possibilidades de fazer ponte no próximo ano. Feriados municipais ainda aumentam a lista de dias de descanso.

Feriados dão folgas extras a deputados

Parlamento agendou contacto com o eleitorado para dias junto a feriados e fins de semana. Debate quinzenal foi antecipado para quarta-feira.
Recomendadas

Eduardo Cabrita é candidato a diretor executivo da Frontex

O ex-ministro da Administração Interna apresentou a sua candidatura individual a este cargo em julho, tendo sido uma das 78 inscrições internacionais à posição máxima neste órgão europeu, avançou a rádio “Renascença” e confirmou o jornal online “Observador”.

Cascais ajuda famílias a combater a inflação com 44 milhões

A autarquia liderada por Carlos Carreiras aprovou por unanimidade um pacote de 70 medidas, entre as quais bolsas para creches, no caso das crianças com 3 a 36 meses, bem como bolsas para estudantes de licenciaturas e mestrados.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira, 6 de outubro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quinta-feira.
Comentários