Eurodeputado Nuno Melo questiona escolha do novo procurador europeu

O eurodeputado, sublinha que “a Procuradoria Geral Europeia é independente e apartidária”, e questiona “a falta de transparência de todo o processo.

Nuno Melo
Nuno Melo no Congresso de Aveiro

Em causa estará a informação de que o Governo Português terá alegado factos falsos como justificação para escolha do procurador segundo classificado no concurso e, consequentemente, da não aceitação da candidata escolhida pelo júri internacional. Como consequência, Nuno Melo, eurodeputado eleito pelo CDS-PP, questionou a Comissão Europeia e Conselho da UE sobre os critérios subjacentes à nomeação do Procurador Europeu.

O eurodeputado, sublinha que “a Procuradoria Geral Europeia é independente e apartidária”, e questiona “a falta de transparência de todo o processo. Nuno Melo vai mais longe e afirma que a verificar-se a falsidade dos factos usados como justificação para o candidato escolhido, solicitará que a Comissão Europeia e o Conselho da UE se pronunciem sobre a matéria.

 

Recomendadas

Governo propõe atualização regular de escalões do IRS no âmbito do acordo de rendimentos

A proposta sobre o acordo de rendimentos, salários e competitividade que o Governo leva hoje para a Concertação Social prevê a atualização regular dos escalões de rendimento do IRS visando a neutralidade fiscal das atualizações salariais.

PS trava audição a ministro da Saúde sobre encerramento de maternidades

O requerimento do Bloco de Esquerda para ouvir ministro da Saúde sobre o encerramento de maternidades contou com o voto a favor de todos os partidos e apenas com o voto contra do PS.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários