Fiz um crédito pelo telefone. E se me arrepender?

Saiba que, antes de se vincular, tem direito a ser informado, em tempo útil, através de papel ou outro suporte duradouro, da identificação da instituição de crédito, de quais os serviços a contratar e dos termos do contrato.

O digital e as novas tecnologias facilitam a vida dos consumidores e hoje é possível contratar um crédito à distância, através do seu smartphone ou da internet.

Saiba que, antes de se vincular, tem direito a ser informado, em tempo útil, através de papel ou outro suporte duradouro, da identificação da instituição de crédito, de quais os serviços a contratar e dos termos do contrato.

Tratando-se de um contrato à distância, o consumidor beneficia ainda de um período de reflexão, tendo o direito de livre resolução, ou seja, ao arrependimento, até 14 dias após a celebração do contrato.

Não precisa de apresentar justificação nem terá qualquer penalização, exceto se já tiver recebido o empréstimo. Nesta situação terá 30 dias para devolver o crédito, incorrendo em juros até ao seu reembolso e eventualmente a pagar o imposto de selo, se já liquidado pela instituição.

Para exercer este direito, o consumidor deve enviar à instituição de crédito carta registada com aviso de receção e guardar comprovativo

Não seja a próxima vítima de fraude com o cartão bancário!

O “dinheiro de plástico” democratizou-se com o uso do cartão de débito, o vulgar “cartão multibanco” e do cartão de crédito. Mas estarão os seus titulares conscientes dos perigos que encerram?

Muitos consumidores foram vítimas de “esquemas” que visam “sacar” dinheiro, através da apropriação indevida de dados pessoais associados a cartões para, posteriormente, os utilizarem, por exemplo, para levantar dinheiro ou fazer compras.

Previna situações destas adotando comportamentos que reduzam o risco de fraude:

Não forneça os seus dados pessoais e senhas dos seus cartões bancários;

No terminal de pagamento automático, seja discreto;

Nas compras, confirme sempre o valor cobrado;

Atenção aos sites pouco fidedignos e que pedem os dados bancários em troca de cupões de desconto ou prémios!

Não abuse da sorte, informe-se e previna a fraude!

Recomendadas

Inflação. Saiba porque razão tem dificuldade em lidar com o aumento do custo de vida

Para controlar a inflação, a opção do Banco Central Europeu (BCE) tem sido a de subir as taxas de juro, tendo realizado, desde o verão de 2022, um conjunto de subidas. Ao aumentar os juros, o Banco Central torna o dinheiro mais caro, logo o poder de compra das famílias diminui, o recurso ao crédito fica mais caro e é desincentivado, bem como a poupança tende a render juros mais elevados. 

CRC do Banco de Portugal. Afinal, de que se trata?

A Central de Responsabilidades de Crédito (CRC) é uma base de dados gerida pelo Banco de Portugal que contém informação prestada pelas entidades participantes (instituições que concedem crédito) sobre os créditos concedidos aos seus clientes.

É jovem e quer abrir a sua primeira conta bancária? Saiba aqui algumas dicas

Hoje pode optar por abrir conta sem sair de casa e com garantia de segurança. Quase todos os bancos oferecem um conjunto de serviços através de aplicações que poderá utilizar para consulta e efetuar transações.
Comentários