Governo da Madeira viabiliza 1 milhão de euros para aquisição de imunomoduladores

Entre janeiro e abril deste ano, o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) gastou 9,8 milhões em medicamentos.

Chip East / Reuters

O Executivo madeirense viabilizou a aquisição de imunomoduladores para o 1.º semestre de 2018 no valor de 1 milhão e 92 mil euros.

A aquisição destes fármacos destinados ao tratamento de doenças autoimunes e transplantação de órgãos e medula óssea fica a cargo do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (Sesaram) para o período de seis meses.

Entre janeiro e abril deste ano, o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira gastou 9,8 milhões em medicamentos. Os indicadores divulgados, na altura, por este organismo revelaram que os 40 fármacos mais utilizados representam 2% do total de medicamentos utilizados no SESARAM e 50% dos custos com medicamentos.

A maior despesa com medicamentos ocorreu no tratamento das doenças oncológicas. Nos primeiros quatro meses do ano, os gastos com fármacos que ajudam a tratar o cancro foi superior a 1 milhão e duzentos mil euros.

Recomendadas

Câmara do Funchal quer criar mais e melhores condições para um desporto inclusivo

“Queremos uma cidade cada vez mais inclusiva e integradora”, defendeu a vereadora com os pelouros da Acção Social, Helena Leal, na apresentação dos terceiros Campeonatos do Mundo de Basquetebol e Judo para Atletas Síndrome de Down – Madeira 2022.

Saiba que tipo de informação é dada pela nova etiqueta energética

A informação que consta da etiqueta varia conforme o equipamento, mas existe um conjunto de informação comum.

UMa promove Macaronight para debater adaptação às alterações climáticas e restauração das águas e oceanos

Na Madeira, o projeto é liderado pela Universidade da Madeira e tem como parceiros a Secretaria Regional de Educação, a Câmara Municipal do Funchal, a ARDITI e a StartUp Madeira.
Comentários