Governo reconhece “situação muito complexa” no sector leiteiro

O sector leiteiro tem atravessado uma situação muito complexa, difícil, com o crescimento significativo dos custos de produção”, defendeu Rui Martinho, numa audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

O secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural reconheceu hoje, em Lisboa, que o setor leiteiro tem atravessado uma situação “muito complexa”, com o aumento dos custos de produção, adiantando que estão a ser avançados apoios.

O sector leiteiro tem atravessado uma situação muito complexa, difícil, com o crescimento significativo dos custos de produção”, defendeu Rui Martinho, numa audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

De acordo com o governante, que respondia aos deputados, foi tomado um conjunto de medidas de apoio ao setor, nomeadamente, com a criação de uma comissão especializada de acompanhamento e monitorização.

Por outro lado, foram estabelecidas dotações específicas, no âmbito dos concursos do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020.

“Uma outra medida que visou o setor leiteiro foi a de apoio ao investimento no tratamento dos efluentes pecuários”, apontou.

A par disto, conforme afirmou Rui Martinho, “está em vias de ser aberto” um aviso destinado às organizações interprofissionais do setor, tendo em vista a melhoria da rentabilidade económica da fileira.

Recomendadas

Banco de Fomento lança consulta pública para dois novos Programas de co-investimento em PME

Estando ainda disponível o montante de 475 milhões de euros para lançar novos Programas, “o BPF convida as empresas e todos os interessados a participar na consulta pública acerca de futuras soluções de capital e quase capital, com o objetivo de obter contributos sobre as condições de dois Instrumentos Financeiros pré-estruturados destinados a fomentar a constituição de empresas e/ou capitalização empresarial”, revela o banco liderado por Ana Carvalho.

Premium“Somos a ótica das pessoas e que traz o know how francês”, diz CEO do grupo MonOpticien

Em entrevista ao JE, o CEO do grupo MonOpticien, Florent Carriére, explica o modelo de subscrição que traz para Portugal. “O meu concorrente não é a Multióticas, é a a Netflix e o Spotify”, sublinha.

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447,5 mil milhões ao BCE

Este montante vem juntar-se aos quase 300 mil milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.
Comentários