Governo Regional reabilita Lota do Funchal por 3.9 milhões de euros

Logo em 2018 serão aplicados na Lota do Funchal 2.5 milhões de euros. O secretário regional da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos, referiu que já foram aprovadas candidaturas de 4.3 milhões de euros em projetos de agricultura biológica.

Assembleia Legislativa da Madeira

A reabilitação da Lota do Funchal é um dos projetos que vão ser desenvolvidos no próximo ano pela Secretaria Regional da Agricultura e Pescas liderada por Humberto Vasconcelos. O executivo madeirense vai alocar 3.9 milhões de euros para melhorar estas instalações sendo que 2.5 milhões de euros serão aplicados logo em 2018.

O anúncio foi feito durante a discussão, na especialidade, do Orçamento regional, que decorre esta quinta-feira, na Assembleia Legislativa da Madeira. O secretário regional da Agricultura e Pescas, Humberto Vasconcelos, esclareceu que a secretaria que tutela terá uma verba para 2018 de 41.9 milhões de euros sendo que estão previstos 18.4 milhões de euros para investimento.

Humberto Vasconcelos esclareceu que já existirem candidaturas aprovadas, no valor de 4.3 milhões de euros, na agricultura biológica.

A secretaria regional prevê em 2018 proceder a intervenções em caminhos agrícolas, reabilitação de portos de pesca, ou apoios à formação e investimentos na agricultura.

Recomendadas

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.

Madeira: Vacinação contra a Covid-19 passa a ser sazonal e decorre em simultâneo com a vacinação contra a gripe

Estas duas vacinas sazonais, contra a gripe e contra a Covid-19, podem ser administradas no mesmo momento, “sendo consensual que a vacinação é segura e igualmente eficaz”, indica a  Direção Regional de Saúde.
Comentários