“Há materiais que deixaram de chegar por causa da guerra”, alerta gestor da JJT no “Conversas com Norte”

Miguel Teixeira, administrador da carpintaria JJTeixeira, explica como as sanções impostas à Rússia estão a prejudicar a atividade desta empresa, tendo em conta que o país é o principal produtor de matérias primas nesta área. Ouça a entrevista de Nuno Braga, jornalista do JE, no podcast “Conversas com Norte”.


 

Ouça e acompanhe o podcast “Conversas com Norte” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 
A JJTeixeira, empresa sediada em Vila Nova de Gaia, é conhecida como uma das maiores carpintarias da Península Ibérica. A comemorar 45 anos de existência, avançou com um processo de rebranding da marca, de forma a traduzir o seu reposicionamento modernizado.

A acompanhar a nova imagem, esta empresa, de génese familiar, decidiu abraçar um novo projeto que passa pela construção em madeira. Ao explorar esta área de negócio, promete recorrer a materiais recicláveis.

A JJT estima uma faturação na ordem dos 28 milhões de euros já este ano, previsão que representa um crescimento de 14% em relação aos 24,5 milhões de euros encaixados no ano passado. A guerra na Ucrânia traz, no entanto, alguma apreensão.

Miguel Teixeira, administrador da carpintaria JJTeixeira, explica como as sanções impostas à Rússia estão a prejudicar a atividade desta empresa, tendo em conta que o país é o principal produtor de matérias primas nesta área.

Ouça a entrevista de Nuno Braga, jornalista do JE, no podcast “Conversas com Norte”.

Recomendadas

“Fiscalidade sobre o trabalho deve ser revista”, defende presidente da AEP no “Conversas com Norte”

O problema não está no aumento dos salários, anunciado pelo governo, mas sobretudo na penalização e na carga fiscal que recaem sobre os trabalhadores e empresas, destaca Luís Miguel Ribeiro, o presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP). Ouça a entrevista de Nuno Braga, jornalista do JE, no podcast “Conversas com Norte”.

“Inflação é o grande desafio que se coloca ao setor da construção”, destaca CEO do Grupo CVM no “Conversas com Norte”

Severino Ponte, CEO do Grupo CVM, reconhece que a escalada dos preços dos materias de construção, acentuada pela guerra na Ucrânia, pode até colocar em causa a meta definida quanto à faturação que, para este ano, é de 32 milhões de euros. Ouça a entrevista de Nuno Braga, jornalista do JE, no podcast “Conversas com Norte”.

“Pedidos de habitação social aumentaram”, alerta responsável da MatosinhosHabit no “Conversas com Norte”

Aumento é justificado pela pandemia, pela subida da inflação e pelo número crescente de estrangeiros que se fixam em Matosinhos, revela Manuela Álvares, presidente do conselho de administração da MatosinhosHabit. Ouça a entrevista de Nuno Braga, jornalista do JE, no podcast “Conversas com Norte”.
Comentários