Haitong vai escolher administração para novo mandato

O mandato da actual administração que junta Hiroki Miyazato e José Maria Ricciardi termina no fim do ano.

O mandato da administração do Haitong Bank, que junta Hiroki Miyazato, como Chairman e José Maria Ricciardi como presidente executivo, está a chegar ao fim. O banco de investimento português que foi comprado pelos chineses vai ter de escolher uma nova administração para o próximo triénio.

Uma das alterações é a redução significativa do número de administradores que hoje são nove executivos, segundo o site do banco. Mo Yiu Poon, que é CFO; Alan Fernandes; Christian Minzolini; Félix Aguirre; Frederico Alegria; Paulo Martins e Rafael Valverde compõem o resto da administração.

Rumores de mercado davam ontem conta de alterações na cúpula do ex-BESI. Mas não foi possível obter qualquer confirmação.

José Maria Ricciardi estava ontem na China depois de se ter reunido com os acionistas e discutido o futuro do banco. Na agenda estava a futura gestão do banco e o orçamento para 2017.

O Haitong Bank é detido pela Haitong Securities, que tem Qu Qiuping, como CEO, e é cotada nas bolsas de Xangai e de Hong Kong.

A venda à sociedade Haitong International Holdings Limited, sociedade constituída em Hong Kong, subsidiária integral da Haitong Securities, foi anunciada no fim de 2014 e concluída em 2015.

José Maria Ricciardi tem assumido a liderança executiva do banco de investimento. O Haitong Bank deverá participar em duas operações de investimento estrangeiro em Portugal, de significativa dimensão, a serem anunciadas em breve, soube o Jornal Económico.

O banqueiro português foi quem trouxe a Haitong Securities para comprar o banco em Portugal, ao Novo Banco por 379 milhões de euros.

O Haitong Bank foi também o intermediário financeiro que trouxe o China Minsheng Financial para concorrer à compra do Novo Banco, e que tem fortes probabilidades de ser o vencedor do concurso que está a decorrer.

O Haitong Bank também assinou no passado dia 9 de Outubro um acordo com o China Development Bank e com o AICEP para formarem um consórcio para atrair investidores chineses para a Zona Industrial e Logística de Sines (conhecido como Porto de Sines). Tendo o CEO do Haitong Bank, feito mesmo parte da comitiva que acompanhou o primeiro-ministro na viagem à China.

Rumores no mercado falavam da possível saída de José Maria Ricciardi, e/ou de Hiroki Miyazato, o Chairman do banco, mas nenhuma das informações foi possível confirmar.

O banco de investimento está presente em vários continentes. E nas cidades de São Paulo, Dublin, Madrid, Londres, Varsóvia, Hong Kong, Kuala Lampur, Cidade do México e Xangai.

Recomendadas

Crédito à habitação. Governo suspende comissão de amortização antecipada em 2023

O Governo afasta, contudo, um regresso das moratórias no crédito da casa. Uma medida que iria “criar uma ilusão às pessoas de que podemos acabar com o aumento das taxas de juro”, disse o secretário de Estado do Tesouro.

XTB não antevê eclosão de outra crise financeira global com a situação do Credit Suisse

“Na situação atual, a eclosão de outra crise financeira global como consequência do potencial colapso deste banco parece improvável, mas mesmo assim as consequências locais e a curto prazo do futuro questionável do Credit Suisse devem ser tidas em conta”, concluem os analistas da corretora.

Fidelidade reforça posição na seguradora peruana La Positiva para 93,9%

Na sequência de uma OPA, a Fidelidade passou a controlar 93,9% da seguradora e para isso faz um investimento de 396,3 milhões de soles, o equivalente a cerca de 101,2 milhões de euros.
Comentários