Hospital de Braga pode regressar à esfera pública

“O contrato atual do Hospital de Braga termina em agosto de 2019 e o parceiro público suscitou ao parceiro privado a possibilidade, na pendência da organização do processo de um novo concurso para uma nova PPP, se prolongar o atual contrato”, explicou Marta Temido. O Governo ainda não lançou um novo concurso.

Braga (Portugal)

O Hospital de Braga, gerido pela José de Mello Saúde, poderá voltar à esfera pública, ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciou esta quarta-feira à tarde a ministra da Saúde. A governante adiantou que o motivo para o final da parceria público-privadas (PPP) foi a “indisponibilidade definitiva” do gestor da unidade hospitalar para prolongar o atual contrato.

O Governo ainda não lançou um novo concurso, de acordo com a ministra da Saúde, que fez declarações à comunicação social no final de uma audição na comissão parlamentar de Saúde, na Assembleia da República. “O contrato atual do Hospital de Braga termina em agosto de 2019 e o parceiro público suscitou ao parceiro privado a possibilidade, na pendência da organização do processo de um novo concurso para uma nova PPP, se prolongar o atual contrato”, explicou Marta Temido aos jornalistas.

“É uma situação que implica da nossa parte um conjunto de previdências porque estaremos, porventura, perante uma situação do tipo da que aconteceu no Centro de Reabilitação do Norte, com alguns aspetos diferentes, e que levará ao regresso do Hospital de Braga à esfera da gestão pública”, referiu a responsável pela pasta da Saúde.

A porta-voz do Executivo adiantou à imprensa que o fim do acordo com esta unidade hospitalar requer trabalho “com o maior cuidado” em conjunto com a Administração Regional de Saúde do Norte, o gestor do contrato e a nova equipa de gestão. “Não tem havido manifestação de disponibilidade da parte do parceiro privado”, o que implica “ou o regresso à esfera pública ou a continuação em condições excecionais do atual modelo de gestão”, afirmou Marta Temido.

Recentemente, o Hospital de Braga conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar no grupo de melhores hospitais de média/grande dimensão do SNS nos prémios “TOP 5′ 16 – A Excelência dos Hospitais”, promovidos pela multinacional de benchmarking hospitalar IASIST. Já no início do ano este tinha sido distinguido pela Entidade Reguladora da Saúde com excelência clínica clínica máxima (3 estrelas) em 14 das 16 áreas hospitalares avaliadas pelo Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS).

Notícia atualizada às 16h39

Recomendadas

Portugal registou 18.315 mil casos e 37 mortes de Covid-19 na última semana

A Direção-Geral da Saúde contabilizou mais 2.049 infeções em comparação à semana anterior.

PremiumPizarro precisa recuperar confiança e mudar políticas

Pela frente, o novo ministro da Saúde terá de, entre outros aspectos mencionados por ex-governantes, melhorar o acesso à saúde e ponderar em cooperar com o sector privado. Alertam que o SNS está pior na resposta à população.
Comentários