Ibersol afunda mais de 5% depois de Burger King rescindir contrato

A Ibersol considera que a decisão tomada pela Burger King Portugal é “injusta e desajustada”. A cotada continua a gerir os 119 restaurantes já abertos da cadeia norte-americana no país, mas fica impedida de abrir os 27 novos restaurantes projetados até ao final de 2023.

A Ibersol está a afundar 5,41% para 4,90 euros depois de a Burger King ter anunciado uma rescisão do contrato de desenvolvimento da marca.

Com esta decisão, a cadeia norte-americana de hambúrgueres cancelou a abertura de 27 restaurantes da sua marca pela Ibersol até ao final de 2023. Todavia, a Ibersol vai continuar a explorar os 119 restaurantes da Burger King no país.

“A Ibersol informa que a BK Portugal lhe comunicou a sua decisão de rescindir o contrato de desenvolvimento da marca Burger King em Portugal, invocando o incumprimento da obrigação de proceder à abertura de dois restaurantes e à remodelação de três restaurantes no ano de 2021 (para além dos 12 restaurantes inaugurados e das 7 remodelações concretizadas em 2021)”, anunciou a empresa na noite de sábado.

“Mais informou a Burger King ter posto termo às conversações com vista à renegociação do aludido contrato de desenvolvimento, sem prejuízo da sua disponibilidade para analisar propostas de construção de novos restaurantes por parte da Ibersol, e de autorizar essa construção se tal vier a ser considerado vantajoso do ponto de vista dos interesses da marca. O contrato de desenvolvimento permitia que a Ibersol construísse mais 27 novos restaurantes durante os anos de 2022 e 2023”, segundo o comunicado divulgado na CMVM.

No entanto, a Ibersol anunciou que os “contratos de franquia dos 119 restaurantes da insígnia Burger King de que a Ibersol é proprietária no território português” continuam “válidos e vigentes, pelo que a Ibersol continuará a operar tais estabelecimentos com o melhor standard de serviço e qualidade em conformidade os referidos contratos”.

A Ibersol considera que a decisão tomada pela Burger King Portugal é “injusta e desajustada, em particular porque a conclusão dos referidos dois restaurantes e a remodelação de outros três será concretizada até 30 de abril e porque não foram valoradas adequadamente as limitações impostas à atividade das empresas portuguesas durante o ano transato, no qual o confinamento geral e o regime de trabalho limitado aplicável durante períodos substanciais tornaram impossível o normal funcionamento dos serviços públicos, originando atrasos significativos na obtenção de licenciamentos de projetos”.

“De qualquer forma, a Ibersol analisará com os seus assessores as implicações decorrentes do exposto e tomará as medidas julgadas necessárias para proteger os seus interesses”, conclui a cotada.

Nesta sessão, já foram negociadas 40.677 ações, acima da média de 20 mil dos últimos três meses. A cotada, tem uma capitalização bolsista de 207 milhões de euros, e já valorizou 10,2% no espaço de um ano.

Recomendadas

Bancos sujeitos a coimas até 1,5 milhões se não aplicarem diploma do Governo para crédito à habitação

Está já em vigor, a partir deste sábado, o diploma que estabelece medidas destinadas a mitigar os efeitos do incremento dos indexantes de referência de contratos de crédito para aquisição ou construção de habitação própria permanente. Bancos têm 45 dias a partir de hoje para aplicar as medidas.

Ministra da Justiça diz que é preciso melhorar condições dos processos de recuperação de empresas

“A melhoria das condições de processos de recuperação [de empresas], sobretudo em períodos de insolvência e de dúvida, como o que atravessamos, é um desafio, mas um desafio que temos de concretizar”, afirmou Catarina Sarmento e Castro.

Restaurantes da AHRESP vão assegurar alimentação dos peregrinos da Jornada Mundial da Juventude

A AHRESP vai apoiar a Fundação na “definição das regras de funcionamento da rede de restaurantes e similares que irão assegurar o fornecimento de refeições para os participantes da Jornada Mundial da Juventude e contactar restaurantes e similares para promover a sua adesão à rede, bem como promover o uso do Guia de Boas Práticas da Restauração e Bebidas junto da rede”, lê-se no comunicado.  
Comentários