Preços caem 0,5% em Portugal, restaurantes e hotéis pressionam

Os dados divulgados esta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística mostram uma desaceleração da inflação em Portugal.

Hugo Correia/Reuters

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) de Portugal teve uma queda mensal de 0,5% em novembro de 2016, pressionado pelos preços nos restaurantes e hotéis, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

A inflação, em termos homólogos, fixou-se em 0,6% em novembro, de 0,9% em outubro, enquanto a inflação média dos últimos 12 meses se manteve em 0,6%.

“A classe com maior contributo negativo para a taxa de variação mensal do índice total foi a dos Restaurantes e Hotéis (classe 11), com uma variação mensal de -3,3% (-0,2% no mês anterior e -1,0% em novembro de 2015)”, disse o INE em comunicado.

Adiantou que a classe com maior contributo positivo para a taxa de variação mensal foi a “das Comunicações (classe 8), com uma variação mensal de 1,0% (0,7% no mês anterior e 0,0% em novembro de 2015).”

Recomendadas

Mercado Automóvel em Portugal cai 34,7% até setembro

Apesar do mercado automóvel ter caído entre janeiro e setembro, foram matriculados mais 12,8% automóveis no mês passado do que em período homólogo de 2021.

Medidas de apoio à inflação agravam endividamento das empresas e dinâmica inflacionista, alerta Fórum para a Competitividade

O think-tank critica as opções do Governo para o apoio a famílias e empresas face à subida generalizada de preços, sugerindo, ao invés, que haja uma dispensa do pagamento por conta no IRC, que o Estado pague as suas dívidas a fornecedores e que se acelere o investimento.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários