JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 17 de agosto

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
O ministro das Finanças veio hoje a público lamentar a decisão de Sérgio Figueiredo de renunciar ao cargo de consultor na sua tutela.

“Lamento profundamente a decisão anunciada por Sérgio Figueiredo, mas compreendo muito bem as razões que a motivaram. Considero que a melhoria da qualidade da decisão através do contacto regular e informado com os principais agentes económicos e sociais do país é uma necessidade específica do Ministério das Finanças, que acrescenta às avaliações já desenvolvidas por outros organismos públicos”, disse hoje Fernando Medina em comunicado.
 

 
Portugal está entre os quatro países da União Europeia (UE) que registaram uma contração do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre de 2022, período marcado pela escalada dos preços e pelos demais efeitos do conflito em curso na Ucrânia.

De acordo com a nota divulgada esta quarta-feira pelo Eurostat, só a Polónia, a Letónia e a Lituânia tiveram um pior desempenho do que a economia lusa, face ao primeiro trimestre do ano.
 

 
O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro alertou para a terceira vaga de calor que chega ao país no próximo sábado, 20 de agosto, e que vai prolongar-se pelo mês de setembro.

“Vamos entrar numa terceira vaga de calor, a partir de dia 20, que se vai prolongar por setembro. Portanto, em setembro, vamos ter tempo mais quente do que os setembros anteriores, entre 50% a 60%, e mais seco, entre 40% a 50%”,”, explicou aos jornalistas José Luís Carneiro depois de se reunir com o IPMA. “Quando, há dias, disse que não podíamos baixar a guarda, era precisamente a este quadro que me estava a referir”, acrescentou.
 

 
“Vou comprar o Manchester United”. A notícia caiu que nem uma bomba nas redes sociais em todo o mundo era ainda madrugada em Portugal. A pessoa mais rica do mundo anunciou que iria comprar um dos clubes de futebol de topo na que é considerada a melhor liga de futebol do mundo atualmente a Premier League.

Os adeptos do Manchester United regozijaram-se com a notícia, fartos dos Glazer, os patrões norte-americanos do clube, e do percurso errante do clube nos últimos anos; nem José Mourinho conseguiu mudar a maré.
 

 
A Lei de Redução da Inflação, hoje promulgada pelo Presidente norte-americano, é uma reviravolta para Joe Biden em ano eleitoral, servindo antigos objetivos partidários dos democratas, ligados ao combate às alterações climáticas e ao acesso a cuidados de saúde.

Aprovada pelo dividido Congresso, esta legislação prevê o maior investimento alguma vez feito pelos Estados Unidos da América (EUA) no clima: quase 375 mil milhões de dólares (368,9 mil milhões de euros) em programas climáticos e de energia destinados a ajudar o país a reduzir as emissões de gases de efeito estufa em cerca de 40% até 2030.
 

 
O novo presidente do Tribunal Superior eleitoral (TSE) brasileiro defendeu o uso de urnas eletrónicas e o combate às notícias falsas numa cerimónia que juntou Lula da Silva e Jair Bolsonaro no início da campanha presidencial.

“Somos 156.454.011 eleitores aptos a votar, somos uma das maiores democracias do mundo em termos de voto popular, estando entre as quatro maiores democracias do mundo, mas somos a única democracia do mundo que apura os votos e divulga os resultados eleitorais no mesmo dia com agilidade, segurança, competência e isto é motivo de orgulho nacional”, disse esta terça-feira o juiz Alexandre de Moraes na sessão solene em que assumiu a presidência do TSE ao lado do juiz Ricardo Lewandowski, que se tornou vice-presidente do mesmo tribunal.

 

 
A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) anunciou a compra de trigo ucraniano no valor dezenas de milhões de dólares, para o programa da ONU de combate à fome nos países pobres.

Em comunicado, a administradora da USAID explicou que as 150 mil toneladas de trigo, que correspondem a 68 milhões de dólares (66,8 milhões de euros), serão compradas e enviadas para países que sofrem de “fome severa e subnutrição” no Corno de África, uma área afetada por uma seca histórica.
 

 
Sérgio Figueiredo desistiu do cargo no ministério das Finanças. O ex-jornalista anunciou que vai renunciar ao cargo de consultor depois de ter sido convidado por Fernando Medina.

“Não há outra forma de o dizer: desisto. Ficou insuportável tanta agressividade e tamanha afronta, tantos insultos e insinuações. Não tolero estes moralistas sem vergonha, analistas sem memória. Vergo-me aos assassínios de caráter, atingido pela manada em fúria, ferido por um linchamento público e impiedoso. É lixado desistir”, escreve Sérgio Figueiredo em artigo de opinião no “Jornal de Negócios”.
 

 
O número de trabalhadores das Administrações Públicas voltou a subir no segundo trimestre do ano. De acordo com a síntese estatística publicada esta quarta-feira pela Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), a 30 de junho, o Estado contava com 741.698 postos de trabalho, mais 0,1% do que no arranque de 2022 e mais 1,5% do que há um ano.

No que diz respeito à variação homóloga, a nota divulgada esta tarde explica que tal evolução “resultou essencialmente do aumento na administração central (mais 6.263 postos de trabalho) e na administração local (mais 2.954 postos de trabalho)”.
 

 
O encontro com Zelensky e Erdogan acontecerá na próxima quinta-feira na cidade ucraniana de Lviv (oeste), e no dia seguinte Guterres visitará Odessa (sul), cujo porto está a ser utilizado para a exportação de cereais ucranianos através do acordo impulsionado pela própria ONU e pela Turquia.

Mais tarde, o chefe das Nações Unidas viajará para Istambul para visitar o Centro de Coordenação Conjunta que fiscaliza o cumprimento desse pacto, explicou o porta-voz de Guterres, Stéphane Dujarric.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Ucrânia junta-se a Portugal e Espanha na candidatura ao Mundial2030 (com áudio)

De acordo com o jornal The Times, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, deu ‘luz verde’ à intenção da Ucrânia poder organizar o Campeonato do Mundo de 2030 com Portugal e Espanha e que esse objetivo será tornado público na quarta-feira, numa conferência de imprensa conjunta promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), em Nyon, na Suíça.

Regresso da Liga dos Campeões. FC Porto favorito, Benfica e Sporting partem em desvantagem

Os “dragões” têm boas possibilidades de vencer pela primeira vez na prova, enquanto os rivais de Lisboa não têm um cenário tão favorável. Na Liga Europa, o SC Braga é favorito no duelo pela liderança do grupo.
Comentários