JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Mário Cruz/Lusa

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
O Bloco de Esquerda (BE) criticou, esta terça-feira, a contratação de Sérgio Figueiredo para ser consultor de Fernando Medina, ministro das Finanças, para as políticas públicas.

“A contratação de Sérgio Figueiredo é criticável em vários aspetos. Começa por ser uma desvalorização das competências da administração pública que nunca é chamada para fazer a avaliação das políticas públicas, das carreiras dos trabalhadores do Estado, em que é sempre a proximidade ao Governo que é valorizada e não a idoneidade ou a competência”, considerou o presidente do grupo parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, em declarações ao esquerda.net.
 

 
Marcelo Rebelo de Sousa deu ‘luz verde’ ao diploma do Governo que estabelece as regras do Orçamento do Estado para 2022.

“O Presidente da República promulgou o diploma do Governo que estabelece as regras de execução do Orçamento do Estado para 2022”, foi anunciado ao final desta manhã na página oficial da Presidência.
 

 
Os serviços secretos da Ucrânia anunciaram hoje a detenção de supostos espiões russos, por suspeita de prepararem um ataque contra o ministro da Defesa, Oleksij Resnikov, e o chefe da secreta militar, Kyrilo Budanov.

“Assassinos de unidades especiais russas que planeavam ataques foram presos”, disse o serviço secreto ucraniano SBU, na plataforma Telegram.
 

 
A Polícia Judiciária com o apoio da Marinha e da Força Aérea, localizou e intecetou, em algo mar, nos Açores, um catamarã que transportava 1.047 embalagens de cocaína com um peso total aproximado de 1.150 quilos.

“Na sequência da apreensão da cocaína, procedeu-se à detenção, em flagrante delito, pela prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes, dos dois tripulantes, ambos estrangeiros, suspeitando-se fortemente que os mesmos integrem uma organização criminosa transnacional, que se dedica à introdução daquele tipo de droga no continente europeu”, refere a força de segurança.
 

 
A Rússia vai colocar hoje em órbita um satélite de observação iraniano, que fontes militares ocidentais disseram poder ser utilizado pelo Kremlin para apoiar a invasão da Ucrânia, uma acusação negada pelo Irão.

O lançamento do satélite Khayyam, através de um foguete Soyuz, está programado a partir da base russa de Baikonur, no Cazaquistão, às 10:52 (06:52 em Lisboa), segundo a agência espacial russa, Roscosmos.
 

 
O presidente do PS Madeira, Sérgio Gonçalves, acusou o executivo madeirense de insistir nas mesmas políticas erradas do passado e de empobrecer a Madeira.

Durante a primeira reunião da nova Comissão Política Concelhia do PS São Vicente, liderada por Sara Silva, o presidente do PS Madeira criticou o Governo da Madeira, que resulta de uma coligação entre PSD e CDS-PP, por “insistir nas mesmas políticas erradas do passado” que levaram a região ao pior lugar do país no índice de risco de pobreza e exclusão social e com o menor poder de compra.
 

 
O enviado da ONU para o Médio Oriente, Tor Wennesland, alertou hoje que o cessar-fogo alcançado entre Israel e a Jihad Islâmica Palestiniana (JIP) “é frágil” e que a retoma das hostilidades pode ter “consequências devastadoras”.

Tor Wennesland falava por videoconferência durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança, para analisar a situação em Gaza após três dias de escalada de violência, que resultaram em quase 50 palestinianos mortos e centenas de feridos.
 

 
“Os russos perderam provavelmente 70.000 ou 80.000 soldados em menos de seis meses”, disse Kahl, secretário-adjunto da Defesa para a a Política, aos jornalistas, observando que o número inclui mortos e feridos.

As forças russas também perderam “3.000 ou 4.000” veículos blindados, e podem ter falta de mísseis guiados de precisão, incluindo mísseis ar-terra e mar-terra, acrescentou.
 

 
O novo conselho de administração da EMEL – Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa tomou posse no início deste mês. O ex-deputado social-democrata Carlos Silva assumiu o cargo de presidente da instituição, após a proposta da Câmara Municipal de Lisboa, e Francisca Ramalhosa e Ana Raimundo ocuparam os lugares de vogais.

O nome dos novos administradores da EMEL surgem depois de, em junho, o então presidente do conselho de administração da EMEL, Luís Natal Marques, e o vogal Nuno Pina ter pedido a demissão “por novos desafios profissionais”. No final do mês seguinte, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, aceitou as renúncias.

Recomendadas

Ucrânia junta-se a Portugal e Espanha na candidatura ao Mundial2030 (com áudio)

De acordo com o jornal The Times, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, deu ‘luz verde’ à intenção da Ucrânia poder organizar o Campeonato do Mundo de 2030 com Portugal e Espanha e que esse objetivo será tornado público na quarta-feira, numa conferência de imprensa conjunta promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), em Nyon, na Suíça.

Regresso da Liga dos Campeões. FC Porto favorito, Benfica e Sporting partem em desvantagem

Os “dragões” têm boas possibilidades de vencer pela primeira vez na prova, enquanto os rivais de Lisboa não têm um cenário tão favorável. Na Liga Europa, o SC Braga é favorito no duelo pela liderança do grupo.

Indonésia. Polícia sob pressão pelo uso indiscriminado de gás lacrimogéneo

Os desacatos num estádio de futebol resultaram em 125 mortos, 17 dos quais crianças, de acordo com as autoridades. A atuação da polícia gerou o caos e vai contra as indicações da FIFA.
Comentários