João Rendeiro encontrado morto na prisão (com áudio)

O antigo banqueiro estava em prisão preventiva há seis meses na África do Sul.

Luís Miguel Fonseca/Lusa

O antigo presidente do BPP João Rendeiro foi hoje encontrado enforcado na cadeia onde estava detido, na África do Sul, disse à Lusa a advogada do ex-banqueiro.

June Marks acrescentou ainda que as autoridades estão a investigar as circunstâncias do que aconteceu.

O antigo presidente do BPP encontrava-se numa cela de 80 metros quadrados com 50 reclusos

João Rendeiro estava detido numa prisão de Durban, na África do Sul, onde aguardava uma decisão sobre o processo de extradição para Portugal.

O ex-banqueiro tinha sido condenado em três processos distintos relacionados com o colapso do Banco Privado Português (BPP), tendo o tribunal dado como provado que retirou do banco 13,61 milhões de euros. Das três condenações, apenas uma já tinha transitado em julgado.

Em setembro do ano passado, Rendeiro tinha sido condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva, num processo por burla qualificada, e esteve fugido à justiça até ser apanhado em dezembro na África do Sul.

O colapso do BPP, banco vocacionado para a gestão de fortunas, aconteceu em 2010, já depois do caso BPN e antecedendo outros escândalos na banca portuguesa.

O BPP originou vários processos judiciais, envolvendo burla qualificada, falsificação de documentos e falsidade informática, bem como processos relacionados com multas aplicadas pelas autoridades de supervisão bancária.

O colapso do BPP, em 2010, lesou milhares de clientes e causou perdas de centenas de milhões de euros ao Estado.

Recomendadas

PremiumAuditoria ao Novobanco há meses à espera do Parlamento

A terceira auditoria da Deloitte ao Novobanco foi entregue aos deputados em abril, mantendo-se como confidencial de forma provisória. Desde então, o tema não voltou a ser discutido.

BdP rejeita subida significativa do incumprimento no crédito à habitação

Questionado sobre se espera um aumento do incumprimento das famílias no crédito habitação, devido ao aumento das taxas de juro, uma vez que a maioria daquele tipo de crédito em Portugal é contratualizado com taxas variáveis, Mário Centeno disse que “a resposta breve é não”.

Bloomberg: Novobanco escolhe shortlist de potenciais compradores para a sede

O Novobanco já pré-selecionou a shortlist de candidatos à compra da sua sede em Lisboa, avança a Bloomberg que cita fontes familiarizadas com o assunto. A Vanguard passou à fase das propostas vinculativas.
Comentários