PremiumJustiça investiga transferência de Aboubakar do Lorient para o FC Porto

Em causa está a transferência do avançado camaronês do Lorient para o FC Porto por 7,2 milhões de euros. Na mira da justiça portuguesa e francesa estão suspeitas de fraude e evasão fiscal nos pagamentos de comissões a agentes e ao clube. Investigadores analisam ainda toda a documentação relativa a comissões e pagamentos a agentes, operadores económicos e clubes de França durante este ano.

As autoridades portuguesas e francesas estão a analisar as relações entre o Lorient e o FC Porto e em causa está o valor da transferência associado ao avançado camaronês Vincent Aboubakar. A ação decorre na sequência de uma carta rogatória proveniente das autoridades francesas, apurou o Jornal Económico.

Em causa estão suspeitas de fraude e evasão fiscal nos pagamentos de comissões a agentes e ao clube, estando os investigadores a analisar se foram ou não usadas offshores para circular o dinheiro.

Recorde-se que Vincent Aboubakar foi recentemente alvo de uma operação por parte da SAD do FC Porto quando foi adquirido 60% dos direitos económicos que estavam em posse do Lorient por um valor de 7,2 milhões de euros. Assim, os ‘dragões’ passaram a deter a totalidade do passe do jogador camaronês, tendo a SAD do FC Porto prolongado o contrato com o jogador até 2021 mantendo a cláusula de rescisão nos 50 milhões de euros. A compra de Aboubakar foi fechada em 2017, sendo que em 2015 registaram-se os primeiros pagamentos de compra parcial.

Nas buscas efetuadas hoje à SAD do FC Porto, que contam com a colaboração das autoridades portuguesas, está a ser recolhida toda a informação referente a esta operação nomeadamente e-mails, contratos e pagamentos efetuados durante este ano.

“Tudo o que possa relacionar-se com França e movimentos de 2017”, assegurou ao Jornal Económico fonte próxima ao processo.

Com as autoridades portuguesas a incidirem a sua investigação a todas as relações com França, em especial no ano de 2017, não é de excluir que possam ser passadas a ‘pente fino’ outras transferências como a de Lucho González para o Marselha. No entanto, essa passagem ocorreu entre o período de 2009 a 2012, num período temporal no qual a investigação não está a dar prioridade.

Nice e empréstimo de Ricardo Pereira na mira das autoridades

Na mira das autoridades portuguesas e francesas está também toda a documentação relativa a comissões e pagamentos a agentes, operadores económicos e clubes de França durante o ano de 2017.

O Jornal Económico sabe que, neste caso, as autoridades portuguesas têm na mira a relação do FC Porto com o Nice, nomeadamente o empréstimo de Ricardo Pereira, atleta que esteve emprestado durante duas épocas ao clube do sul de França e voltou este ano ao plantel do FC Porto.

 

Relacionadas

Aboubakar ‘obrigou’ a investimento de 10,2 milhões de euros da SAD do FC Porto

Transferência investigada pelas autoridades francesas conheceu dois momentos: em 2014 e, mais recentemente, em no passado mês de outubro. No total, a SAD do FC Porto desembolsou mais de 10 milhões de euros pelo avançado.

SAD do FC Porto alvo de buscas

FC Porto informa que está a colaborar desde esta manhã com as autoridades portuguesas e francesas no sentido de dar cumprimento a uma carta rogatória proveniente da justiça francesa, relativa a uma transferência.
Recomendadas

Grupo de direitos das mulheres apela à FIFA que exclua Irão do Campeonato do Mundo

“Por que a FIFA daria ao Estado iraniano e aos seus representantes um palco global, enquanto não apenas se recusa a respeitar os direitos humanos e dignidades básicos, mas atualmente está a torturar e matar o seu próprio povo?”, questionam na carta enviada ao representante do organismo.

Violência no futebol: o que muda com as novas leis? Veja o “Jogo Económico”

Vêm aí novas leis destinadas ao combate da violência no desporto e nesta edição, vamos conhecer ao detalhe as medidas que estão a ser preparadas para o Governo e perceber se se adequam à realidade do fenómeno em Portugal. Daniel Seabra, antropólogo e professor universitário com obra publicada sobre o fenómeno das claques em Portugal, é o convidado do “Jogo Económico”.

SAD Sporting aprova contas, remunerações e nova direção sem Holdimo

A SAD do Sporting aprovou os 11 pontos discutidos na Assembleia Geral da sociedade, que terminou durante a madrugada desta sexta-feira, entre as quais as contas, as remunerações e o novo conselho de administração para 2022-2026, sem a Holdimo.
Comentários