Lítio. Galp e suecos anunciam investimento de 700 milhões em Portugal (com áudio)

O objetivo desta refinaria é converter lítio para ser usado na produção de baterias para carros elétricos. A empresa prevê a criação de 1.500 postos de trabalho diretos e indiretos.

Galp CEO Andy Brown speaks during a panel on “Can the energy sector go carbon neutral?” during the second day of the 2021 Web Summit in Lisbon, Portugal, 02 November 2021. More than 40,000 participants participate in the 2021 Web Summit, considered the largest event of startups and technological entrepreneurship in the world, that takes place from 01 to 04 November. ANTONIO COTRIM/LUSA

A Galp e os suecos da Northvolt anunciaram hoje um investimento de 700 milhões de euros numa refinaria de lítio em Portugal.

Esta central vai ter uma capacidade de produção anual de até 35 mil toneladas de hidróxido de lítio, usado na produção de baterias de ião de lítio para carros elétricos.

A refinaria deverá entrar em produção em 2026, com a previsão de criação de 1.500 postos de trabalho diretos e indiretos. No entanto, a empresa portuguesa destaca que a “decisão final de investimento ainda não ocorreu, mas o consórcio prevê que as operações iniciem até ao final de 2025 e que as operações comerciais tenham início em 2026”.

Esta parceria (50% para cada empresa) visa o “desenvolvimento da maior e mais sustentável fábrica de conversão de lítio da Europa, que se situará em Portugal”, segundo a Galp. O projeto tem o nome ‘Aurora’, inspirado na aurora boreal.

Esta refinaria vai ter a capacidade para produzir hidróxido de lítio suficiente para a produção de 50 GWh de baterias por ano, suficiente para equipar 700 mil veículos elétricos.

No âmbito deste acordo, a Northvolt garante que vai consumir até 50% da capacidade anual desta refinaria para usar no fabrico das suas baterias.

Recomendadas

Mastercard quer oferecer soluções tecnológicas de pagamento que incluam criptomoedas

A Economista Responsável pelos Mercados da Europa, Médio-Oriente e África no Instituto Económico da Mastercard, Natalia Lechmanova, mostrou como os hábitos dos consumidores estão a alterar-se nas economias ocidentais, onde “as pessoas estão a dar cada vez mais prioridade às experiências e menos a “coisas”.

Mobilidade Sustentável: conheça a aposta da Schindler

Com a missão de ser cada vez mais sustentável, a Schindler estabeleceu para o ano de 2030 uma redução de 50% nas emissões de gases com efeito de estufa das suas atividades, com base nos dados de 2020.

Receitas das estações de serviço na Ibéria cresceram 29% em 2021 devido à subida dos preços

De acordo com a análise que a Informa D&B realizou a este setor, em 2021 o mercado ibérico registou um aumento significativo de 10,6% face a 2020 no volume das vendas de gasolina e gasóleo, que corresponde a 38,30 milhões de toneladas de combustível.
Comentários