Madeira: Dívida da Administração Pública Regional cresce 2,6 milhões de euros no segundo trimestre

Os dados são da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), que indicam também que face ao trimestre anterior houve uma redução de 300,7 milhões de euros, ou seja um diminuição de 5,7%.

A dívida bruta da Administração Pública Regional da Madeira situava-se no final do segundo trimestre de 2022 nos 4,9 mil milhões de euros, mais 2,6 milhões de euros face ao período homólogo, o que representa um crescimento de 0,1%.

Os dados são da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM), que indicam também que face ao trimestre anterior houve uma redução de 300,7 milhões de euros, ou seja um diminuição de 5,7%.

A diminuição da dívida da Administração Pública Regional verificada neste trimestre é explicada pela amortização de empréstimos utilizando para esse efeito quer a emissão obrigacionista ocorrida em março de 2022, quer receitas próprias da Região.

Analisando a evolução da composição da dívida bruta por instrumento financeiro observa-se que o peso dos empréstimos diminuiu de 51,2% para 46,8% entre o segundo trimestre de 2021 e o homólogo de 2022, sucedendo o inverso no que respeita à dívida titulada, cujo peso, no mesmo período, subiu de 48,8% para 53,2%.

A repartição da dívida por sector emitente mostra que o Governo Regional é responsável por 91,6% (90,7% no trimestre homólogo) do total da dívida e as Empresas Públicas classificadas no perímetro da Administração  Pública Regional por 8,4% (9,3% no segundo trimestre de 2021).

Já a dívida líquida de depósitos rondou os 4,7 mil milhões de euros, tendo aumentado cerca de 96,8 milhões de euros (2,1%) face ao final do trimestre anterior, e crescido 164,8 milhões de euros (mais 3,6%) comparativamente ao período homólogo.

Recomendadas

Funchal: PAN critica “tiques de absolutismo” de PSD e CDS-PP

O partido diz que o Orçamento Municipal do Funchal, que foi aprovado na Assembleia Municipal, permite concluir que estamos perante uma vereação “sem rasgo, sem ideias, conduzida por um presidente de Câmara, Pedro Calado, cuja capacidade de resolução de problemas já é considerada, por um número crescente e cada vez maior de habitantes do Funchal, como uma desilusão”.

Madeira lança campanha para promover literacia na saúde

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.

Asseco PST e LOQR estabelecem parceria para reforçar ligação à lusofonia

Com esta parceria as empresas pretendem auxiliar as instituições financeiras no seu processo de aceleração digital.
Comentários