Madeira: PCP realça importância de valorização dos trabalhadores da ARM

Outra das preocupações levantadas pelo deputado, durante a discussão do Orçamento Regional para 2022, na Assembleia Legislativa da Madeira, tem a ver com a atribuição do subsídio de penosidade e insalubridade a estes trabalhadores.

Créditos: Élvio Fernandes

O deputado do PCP Ricardo Lume realçou esta quarta-feira, 15 de dezembro, a importância de valorização dos trabalhadores das Águas e Resíduos da Madeira (ARM), vincando que estes estão sem aumentos salariais há dois anos.

Além disso, Ricardo Lume sublinhou que “na ARM ainda existe um regime injusto de horário de trabalho, em que trabalhadores trabalham 35 horas semanais e outros 37 horas e meia por semana”.

Outra das preocupações levantadas pelo deputado, durante a discussão do Orçamento Regional para 2022, na Assembleia Legislativa da Madeira, tem a ver com a atribuição do subsídio de penosidade e insalubridade a estes trabalhadores.

Por outro lado, Ricardo Lume disse que “é necessário garantir que o que aconteceu no passado aos agricultores da Região, que em anos de mais seca ficaram sem água de rega, não volta a acontecer”.

Recomendadas

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.
Comentários