Mais de 50 mil novos estudantes já ingressaram no ensino superior em 2022

Na segunda fase do concurso de acesso ao ensino superior foram colocados 9.478 estudantes, um aumento de 4% face ao ano letivo anterior. Foram 49.808 estudantes que ingressaram na primeira fase, sendo que estão ainda disponíveis 3.983 vagas que podem ser agora disponibilizadas para a terceira fase do Concurso Nacional de Acesso.

Para o ano letivo de 2022/2023 são 51.173 novos estudantes a ingressar no ensino superior através do Concurso Nacional de Acesso (CNA) 2022, na primeira e segunda fase, informou o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em comunicado.

Na  primeira fase do concurso nacional de acesso ingressaram 49.808 estudantes, dos quais se matricularam 43.952, ou 88%. Já na segunda fase, foram colocados 9.478 estudantes, um aumento de 4% face ao ano letivo anterior.

Na segunda fase, 41% dos estudantes foram colocados em primeira opção, um aumento face ao ano anterior, altura em que este valor era 34%.

Mais ainda, o número de colocados em instituições localizadas em regiões com menor densidade demográfica aumentou, na segunda fase, em 6% face à mesma fase do CNA de 2021, com 3.721 estudantes a ingressar em universidades destas regiões este ano comparativamente a 3.496 em 2021.

Foram várias as instituições nestas zonas a aumentar o número de colocados face ao ano anterior, nomeadamente a Universidade dos Açores, a Universidade da Beira Interior, a Universidade de Évora, a Universidade da Madeira, o Instituto Politécnico (IP) de Beja, o IP de Bragança, o IP de Castelo Branco, o IP de Guarda, o IP de Portalegre, o IP de Santarém, o IP de Viana do Castelo e o IP de Viseu.

Na segunda fase deu-se ainda um aumento de 7% face ao ano anterior do número de estudantes colocados nos ciclos de estudo com maior concentração de melhores alunos (isto é, os cursos com maior índice de excelência dos candidatos), aumentando cerca de 7% face ao ano anterior. Este ano foram colocados 305 candidatos nestes cursos face a 286 estudantes na segunda fase do CNA de 2021.

O número de alunos para cursos nas áreas de competências digitais, ciências de dados e sistemas avançados de informação, de ciências e tecnologias do espaço e engenharia aeroespacial aumenta 4% na segunda fase de 2022, em comparação à mesma fase do CNA de 2021.

O curso educação básica viu o número de alunos a ingressar aumentar 15% na segunda fase deste ano em comparação a 2021, com 161 colocados.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior informa que estão ainda disponíveis 3.983 vagas (que correspondem a menos 10% que em 2021), que podem ser agora disponibilizadas para a terceira fase do CNA,
ou, em alternativa, optar pelos os concursos especiais e para os concursos de mudança de par instituição/curso.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira, 25 de novembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta sexta-feira.

Costa anuncia reforço das transferências para Ensino Superior e aumento das bolsas

O primeiro-ministro anunciou hoje um reforço extraordinário em 25 milhões de euros para as instituições de Ensino Superior e um aumento de 10% das bolsas para os estudantes, com mais cinco pontos percentuais para os alunos deslocados.
Comentários